10 coisas estranhas que podem ocorrer na gravidez

0

A gravidez é um período de muitas transformações na vida de uma mulher, tanto em aspectos físicos quanto psicológicos.

Isso porque, com o bebê nasce também uma mãe e toda a rotina da família precisa ser alterada para receber esse novo membro da família.

Contudo, algumas coisas estranhas podem ocorrer durante a gestação. Confira algumas delas.

1. Pode durar mais que 9 meses

A maioria das mulheres espera 40 semanas para ter seu bebê. Entretanto, a gravidez mais longa já registrada foi da norte-americana Beulah Hunter, que ficou grávida por 375 dias.

Isso ocorre em casos de placenta subdesenvolvida que cobrem parcial o completamente o colo do útero, dificultando a alimentação do feto e fazendo com que ele leve mais tempo para se desenvolver.

2. Sentidos ficam mais apurados

Na gravidez, tanto o olfato quanto o paladar ficam mais apurados.

A explicação científica para isso é que a percepção aumentada dos sentidos evita a ingestão de toxinas que são danosas ao bebê, como o álcool e a fumaça, por exemplo.

3. Contrações pós-parto

Independente do tipo de parto, após o nascimento do bebê, a mãe continua sangrando por até duas ou três semanas.

Esse sangramento é o corpo eliminando o material que fazia o revestimento do útero durante a gestação.

Após os primeiros dias do nascimento do bebê, o útero continua se contraindo para diminuir de tamanho e voltar ao lugar.

4. Pés inchados

Conforme a gravidez avança e o bebê vai crescendo, o corpo libera a tensão dos ligamentos para ajudar no parto. Como os pés recebem toda a pressão do aumento de peso, eles tendem a inchar.

A mudança é frequentemente temporária, mas se os pés alargarem demais pode ser que não voltem a ser como antes e a mulher passe a adotar um novo número de calçados.

5. Papais sentindo os sintomas da gravidez

A Síndrome de Couvade afeta homens que durante a gravidez de suas mulheres ou pessoas próximas passa a sentir sintomas semelhantes, como enjoo, sonolência e dores no abdômen.

Alguns homens chegam até mesmo a ganhar peso como as gravidas.

6. Vontade de comer por dois

Apesar do ditado popular de que “gravida come por dois”, a mulher só precisa comer uma quantidade extra de 300 calorias para manter a si e o bebê saudável.

O ideal é que na gravidez a mulher engorde somente cerca de 10 quilos, o que é facilmente perdido após o nascimento do bebê.

7. Ruptura vaginal

Em caso de partos normais, é possível que haja ruptura na vagina e que a mulher precise de pontos para que a área seja fechada cirurgicamente.

Em alguns casos, os médicos fazem um corte, chamado episiotomia, para que o bebê passe pelo canal vaginal mais facilmente.

8. Fetos masculinos com ereção

Os fetos masculinos começam a ter ereção ainda dentro do útero, podendo ser flagrados pela ultrassonografia.

Esse é um processo totalmente fisiológico, não estando relacionado à questões de sexualidade.

9. Defecar durante o parto

Defecar durante um parto normal é mais comum do que se imagina.

A explicação é que durante o parto a mulher faz muita força e os músculos que expulsam o bebê são os mesmos que trabalham na evacuação.

10. Mudanças na pele e cabelo

Durante a gravidez, os hormônios intensificam as glândulas sebáceas fazendo com que a pele e os cabelos fiquem mais oleosos. Além disso, a quantidade de sangue do corpo da mulher praticamente dobra.

Por isso, é comum as grávidas sofrerem de acne e até mesmo manchas na pele.

Deixe Um Comentário