5 tecnologias desenvolvidas por mulheres

0

Muitas coisas que utilizamos hoje no nosso dia-a-dia possuem tecnologias que são frutos de invenções de mulheres. As mais famosas dessas invenções ocorreram no século XIX e meados do século XX.

Nessa época, as mulheres ainda eram bastante reprimidas em relação ao acesso aos estudos, sendo vistas como responsáveis pelo lar e criação dos filhos, o que torna essas invenções feitos ainda mais notáveis.

Conheça 5 tecnologias que contribuíram de forma decisiva para a evolução e suas idealizadoras:

1. Vidro invisível

A física norte-americana Katharine Blodgett (1898-1979) foi a primeira mulher a conseguir o título de Ph.D na Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

Blodgett foi a criadora de um tipo de vidro extremamente fino e com baixos nívieis de reflexo e distorção. Essa invenção foi um marco para o avanço do cinema e da fotografia.

O filme “E o Vento Levou“, de 1939 foi o primeiro a ser filmado com câmeras que utilizavam esse vidro invisível na lente.

O filme foi o vencedor de 10 categorias do Oscar, entre eles o de melhor fotografia.

2. Seringa

Com a sua invenção, a norte-americana Letitia Geer (1852-1935) permitiu que os profissionais de saúde manipulassem a seringa com apenas uma mão.

A patente da invenção foi registrada em 1899. Este foi o primeiro registro de uma seringa de aplicação de substâncias utilizando um pistão.

Esta invenção trouxe muitos benefícios no que diz respeito aos tratamentos médicos, já que as seringas utilizadas hoje são inspiradas na criada por Geer.

3. Conexão Wireless (transmissão sem fio)

A tecnologia wi-fi amplamente usada hoje em smartphones, computadores, tablet e outros dispositivos é resultado de um projeto que visava estabelecer uma comunicação secreta durante a Segunda Guerra Mundial.

Heddy Lammar (1914-2000), que também era atriz de Hollywood, foi quem a desenvolveu para as Forças Armadas dos Estados Unidos. Tratava-se de um sistema de comunicação com tecnologia de salto de frequência, que possibilitava o envio de mensagens por controladores via rádio.

Lammar era austríaca radicada nos Estados Unidos e na época não imaginava que sua invenção fosse amplamente utilizada no futuro.

4. Energia solar em casas

A energia sustentável proveniente do sol, luz e calor pode ser usada de diversas maneiras. Isso inclui o aquecimento de água, iluminação de ambientes e fornecimento de energia elétrica para uso residencial e industrial.

O grande benefício do uso da energia solar é por se tratar de uma energia limpa, ou seja, não causa nenhum tipo de poluição. Além de ser uma fonte de energia sempre disponível e inesgotável.

A tecnologia de captação de energia solar para uso em residências foi desenvolvida pela física húngaro-americana Maria Telkes (1900-1995).

Em 1947, juntamente com a arquiteta Eleanor Raymond (1887-1989), Telkes construiu a primeira casa que teve a luz solar como principal fonte de energia.

5. Colete à prova de balas

Stephanie Kwolek (1923-2014), foi uma química norte-americana que criou fibras sintéticas ultra resistentes e maleáveis. A invenção foi chamada de “Kevlar” e se trata de um material cinco vezes mais forte que o aço.

Esse material é utilizado até hoje na construção de pneus, barcos e aviões, além do uso em outras tecnologias. Mas, o emprego mais comum dessas fibras sintéticas é na confecção de coletes à prova de balas, que são utilizados em ações policiais.

Deixe Um Comentário