7 curiosidades sobre o preparo e consumo do sushi

0

De origem japonesa, o sushi ganhou o paladar de pessoas de todo o mundo. O prato vem sofrendo adaptações nos ingredientes, modo de preparo e apresentação de acordo com cada país.

Há, por exemplo, o hot sushi (sushi frito), temaki (sushi em formato de cone) e o chirashi (arroz com peixe servido em uma tigela).

Mas, no Japão pouca coisa mudou ao longo dos anos. A seguir, confira 7 curiosidades do tradicional sushi japonês:

1. Era usado como forma de conservar o peixe

O sushi teve origem a partir de uma técnica japonesa milenar de conservação do peixe.

Ainda no século VIII, para o peixe durar mais ele era salgado e coberto de arroz. Na hora do preparo do alimento, no entanto, o arroz era descartado.

2. Utiliza arroz especial no preparo

Somente dois séculos após a criação da técnica de conservação é que os japoneses passaram a consumir o arroz e o peixe juntos.

Entretanto, o arroz usado no preparo do sushi não é o arroz como conhecemos, pois após o cozimento o arroz é misturado com um vinagre especial de arroz, açúcar e sal. Há uma proporção exata de cada ingrediente para que a iguaria fique perfeita.

O que muita gente não sabe é que não é o peixe a estrela desse prato, mas o arroz, que deve ser preparado a um ponto que não se desmanche a ser levado à boca.

3. O salmão é uma inclusão recente

O salmão é o peixe utilizado no preparo dos sushis e sashimis que comemos hoje, mas nem sempre foi assim.

Somente a partir da década de 1980 que os japoneses passaram a usar o salmão no preparo, que foi quando o peixe foi levado pelos noruegueses ao país.

4. Fast food japonês

Na maioria dos países, fast food equivale a hambúrguer e batata frita. Mas, no Japão é sinônimo de sushi.

Isso porque, os restaurantes japoneses enxergam esse prato como uma comida rápida que pode ser produzida em larga escala.

5. Peculiaridades na hora de consumir

Tradicionalmente, os japoneses comem o sushi usando os dedos. Já os hashis devem ser usados somente para comer o sashimi, que é mais delicado.

Outra peculiaridade é que o alimento deve ser comido em uma só mordida.

6. Preparo é assunto para especialistas

Muitas são as pessoas, em todo o mundo, que se aventuram no preparo de sushi. Mas, isso não acontece no Japão, onde os japoneses enxergam essa tarefa como assunto para um sushiman (chefe especializado).

Isso porque, um bom sushi tradicional japonês exige habilidade e técnica no preparo, já que precisa ser feito rapidamente para que o calor da mão do chef não interfira no sabor e textura do alimento.

7. Faz bem para a saúde

Além de muito saboroso, o sushi traz diversos benefícios para a saúde. O salmão é rico em ômega-3 e antioxidantes que atuam na prevenção de doenças cardiovasculares e fortalecem o sistema imunológico.

Na década de 1980 ocorreu o “sushi boom”. Este Período foi marcado pela popularização da comida japonesa nos Estados Unidos e também o inicio de uma tendência no Brasil.

Deixe Um Comentário