7 lendas urbanas japonesas assustadoras

0

O Japão é um país que valoriza as tradições e possui uma rica e cultura e folclore. Neste sentido, não é estranho que as lendas urbanas japonesas povoem o imaginário dos habitantes da terra do sol nascente.

Muitas dessas lendas estão retratadas na literatura e artes do país e são passadas entre gerações. Conheça algumas das assustadorass lendas urbanas japonesas:

1. Kuchisake-onna (mulher com a boca dividida)

Esta lenda urbana japonesa diz que uma mulher usando um casaco e mascará cirúrgica para as pessoas na rua e pergunta algo como: “Eu sou bonita?”.

Se você disser que não, ela irá puxar um grande par de tesouras para cortar sua cabeça. Mas, se você disser que ela é bonita, a mulher retira a máscara e mostra que sua boca é cortada de uma orelha a outra.

Após mostrar seu corte, a mulher vai perguntar: “E agora ainda continuo bonita?” Se você responder que não, ela puxará as tesouras para lhe cortar, mas se responder que sim, ela usarás as tesouras para cortar sua boca igual a dela. Sinistro, não é mesmo?

2. Teke-teke

A lenda do “teke-teke” faz referência à uma mulher que teria caído nos trilhos do trem e sido cortada pela metade.

Após esse acidente trágico, a mulher anda pelas cidades japonesas arrastando o que restou do seu corpo. Para se locomover, ela apoia os cotovelos no chão e faz o som de “teke-teke”.

A mulher anda com uma foice para cortar ao meio aqueles que cruzam seu caminho como uma forma de vingança do seu sofrimento.

Em algumas cidades japonesas, essa lenda é conhecida como “bata-bata”, que seria o som que os cotovelos fazem no chão.

3. Bonequinha dos desejos

A venda de bonecas com traços orientais é bastante comum no Japão.

A bonequinha dos desejos vem dentro de um aquário e, ao comprar uma dessas bonecas, você tem direito a fazer um desejo. Segundo a crença, quando o desejo se realizar ela deve ser jogada fora.

O curioso é que as lendas urbanas japonesas em torno da bonequinha dos desejos dizem que ela possui vida própria, pois seu cabelo cresce e ela se mexe no aquário enquanto não está sendo observada.

Por causa disso, muitos japoneses passam longe dessa boneca.

4. Aka Manto (Capa vermelha)

Ao ir a um banheiro e verificar que não tem papel, saia correndo. Isso porque, esta é a oportunidade da Aka Manto aparecer e dizer para você escolher entre papel vermelho ou azul.

Se você escolher o azul, a Anka Manto vai lhe estrangular até a morte. Mas, se escolher o vermelho será cortado em pedacinhos.

Há outra variação da mesma lenda que diz que ao escolher o azul, a pessoa tem o sangue drenado até morrer e, se optar pelo vermelho, tem a pele do corpo totalmente retirada.

5. Yuki-onna (Mulher da neve)

A Yuki-onna seria, de acordo com o folclore do Japão, uma espécie de espírito ou demônio que canta para seduzir homens.

Como uma espécie de sereia das neves, a Yuki-onna seduz os homens para que eles fiquem desorientados em nevascas e morram congelados.

Esta lenda urbana é bastante reverenciada na literatura japonesa, em animações e mangás.

6. Toire no Hanako

Também conhecida como “A menina do banheiro”, esta é uma das lendas urbanas japonesas mais conhecidas. Ela conta que, durante uma brincadeira, uma menina foi se esconder do seus amigos no banheiro e mais tarde foi encontrada morta.

O banheiro em que a menina morreu ficava no terceiro andar da escola e, por isso, a garotinha assombra os banheiros do terceiro andar de escolas.

A lenda conta que se você bater três vezes na porta do banhero e perguntar: “Hanako, você está aí?” e ter como resposta “Sim”, é melhor correr, pois ela te sugará para dentro.

A garotinha vingativa aparece apenas nos banheiros femininos. Para se vingar, Hanako suga as crianças para o fundo do vaso sanitário.

7. Hitobashira

A palavra “hitobashira” quer dizer “pilares humanos”. Essa lenda japonesa antiga surgiu pois os japoneses acreditavam que era preciso fazer sacrifícios aos deuses.

Para a realização dos sacrifícios, pessoas eram colocadas no interior dos pilares que posteriormente eram selados. Com isso, as construções seriam protegidas pelos deuses, ficando estáveis e fortificadas.

Por esse motivo, os edifícios e construções do Japão antigo são considerados assombrados, pois, segundo a lenda, pessoas foram presas nas estruturas.

Deixe Um Comentário