7 sítios arqueológicos incríveis ao redor do mundo

0

De importância inestimável para a arqueologia, os sítios arqueológicos guardam vestígios de como viviam civilizações há muitos séculos.

Muitas dessas civilizações foram extintas e, por isso, esses locais são alvos de incessantes estudos.

Confira 7 importantes sítios arqueológicos espalhados pelo mundo:

1. Teotihuacán – México

Teotihuacán se estabeleceu por volta do ano 100 a.C. e foi um certamente um importante centro-urbano da América pré-colombiana, onde se constituiu na maior cidade desta civilização em seu auge com aproximadamente 100 mil habitantes.

Situada a 48 quilômetros a noroeste da Cidade do México, a cidade é conhecida por suas diversas construções em forma de pirâmides, que estão em um estado de conservação considerado elevado.

O sítio arqueológico de Teotihuacán é um dos locais mais visitados do México.

2. Machu Picchu – Peru

Também chamada de “Cidade perdida dos Incas”, Machu Picchu se constitui em um dos principais legados da Civilização Inca.

As construções de Machu Picchu datam do século XV e estima-se que se mantenha cerca de 30% da construção original, que mostra o claro desenvolvimento dos incas em relação à agricultura e do sistema de irrigação das colheitas.

A cidade se localiza a cerca de 2.500 metros acima do nível do mar e também é tida como uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

3. Acrópole de Atenas – Grécia

A Acrópole de Atenas foi erguida em meados de 450 a.C. em homenagem à Atena, deusa grega da sabedoria e das artes.

Em seu interior, a construção abriga duas importantes edificações: o Partenon e o Erecteion.

O templo foi erguido na administração de Péricles e é considerado uma das principais edificações do mundo antigo.

Grande parte da Acrópole de Atenas não resistiu à ação do tempo e está em ruínas.

4. Luxor – Egito

Localizada ao sul do Egito, Luxor é considerada o maior museu ao ar livre no mundo. É lá que se situa a antiga cidade egípcia de Tebas.

No Templo de Luxor, há documentos de diversas épocas, como a faraônica, greco-romana, islâmica e copta.

No sítio arqueológico, há ainda diversas construções, como colunas, edifícios, obeliscos e estátuas.

Há até mesmo estátuas que representam reis egípcios em forma de esfinge (com corpo de leão e cabeça humana).

5. Parque Nacional de Mesa Verde – Estados Unidos

O Parque Nacional de Mesa Verde possui construções do tempo da cultura Pueblo. Estima-se que foram construídas entre os séculos VI e XIII.

O Parque está localizado no condado de Montezuma, no Colorado, e chama bastante atenção pelas construções erguidas em paredes, cavidades de cânions e penhascos.

De todos os sítios arqueológicos encontrados na América do Norte, este é o maior.

6. Ruínas de São Miguel Arcanjo – Brasil

No Rio Grande do Sul, em São Miguel das Missões, estão localizadas as ruínas jesuíticas construídas entre os séculos XVII e XVIII.

O local de construção era território guarani. Até hoje, os indígenas remanescentes consideram o local sagrado e parte importante da construção de sua identidade.

Entre as ruínas, é possível identificar igrejas, residências e outras construções, que se prologam até o norte da Argentina.

O sítio arqueológico foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IPHAN) desde 1938. Em 2015 foi condecorado pelo mesmo instituto como Patrimônio Cultural Brasileiro devido à sua importância histórica ao povo guarani.

Em 1983, o local foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO.

7. Petra – Jordânia

Considerada um tesouro arqueológico no Oriente Médio, a cidade de Petra, na Jordânia também é conhecida como “cidade de pedra”. Isso porque, a cidade foi talhada no meio das rochas há mais de 2.000 anos.

As construções são alvo de estudos e pesquisas de arqueólogos e pesquisadores, além de terem se tornado uma atração turística bastante visitada.

Petra está localizada a cerca de 250 km da capital da Jordânia, Amã, entre o Mar Morto e o Mar Vermelho.

As ruínas da cidade de pedra é uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

Deixe Um Comentário