8 espécies de flores bastante incomuns

0

Quando falamos em flores, o primeiro pensamento que vem à mente são plantas delicadas, com pétalas coloridas e perfumadas.

Mas, há espécies que além terem uma aparência assustadora, podem ainda liberar odores fétidos, dentre outras características peculiares.

Confira 8 espécie de flores bastante incomuns:

1. Planta-pedra (Lithops karasmontana)

Também chamada de pedra viva, esta espécie de origem da região desértica do sul da África.

Estas plantas chamam a atenção pelo seu formato, já que se parecem com pedras e podem até mesmo passar despercebida por animais que as comem.

Esta espécie se constitui em suculentas quase sem caules, já que o caule curtíssimo fica abaixo da superfície da terra.

A planta floresce nas noites de outono em formato de margaridas, que são maiores que o corpo da planta.

2. Flor Cadáver (Amorphophallus titanum)

Originária da Indonésia, esta flor tem esse nome por conta do cheiro de carne apodrecida que exala, o que faz com que esta espécie atraia insetos para a polinização.

A Flor Cadáver também impressiona pelo tamanho, já que pode atingir até 3 metros de altura. Ainda assim, esta planta é considerada rara, havendo somente cerca de 170 exemplares em todo o mundo.

3. Flor cara-de-macaco (Dracula simia)

Esta é uma espécie rara de orquídea e pode ser encontrada nas florestas úmidas do Equador.

A excentricidade dessa flor se deve ao desenho formado em seu interior que é semelhante a cara de um macaco.

4. Snapdragon (Antirrhinum)

Também conhecida como “Flor Caveira”, quando viva esta espécie do gênero Antirrhinum tem belas flores. Mas, quando murcha se assemelha à crânios de caveira.

A espécie é nativa de áreas rochosas dos Estados Unidos e Europa e a cultivação ocorre em locais frios.

5. Lábios quentes (Psychotria elata)

Também conhecida como flor-do-beijo, esta flor é sempre associada aos lábios de uma mulher que exagerou no batom.

Esta espécie é nativa de regiões tropicais de países da América do Sul, como Panamá, Costa Rica e Colômbia.

Por conta da popularidade da planta e do desmatamento, esta espécie está ameaçada de extinção.

6. Flamenco Samba (Cuphea llavea)

Nativa do México, esta flor impressiona por ser parecida com um morcego.

Outra peculiaridade é que se trata de uma espécie muito resistente a climas secos e quentes.

Além disso, é ótima para jardins, pois atrai borboletas e beija-flores.

7. Mão do diabo (Chiranthodendron pentadactylon)

Também originária do México, esta flor era usada por antigos astecas em rituais religiosos.

Ela chama atenção por ter aspecto semelhante a uma mão com dedos longos e assustadores, como se fossem de uma criatura maligna.

8. Flor monstro (Rafflesia arnoldii)

Esta espécie é comum nas florestas tropicais da Ásia sendo conhecida por exalar um odor muito fétido e difícil de suportar.

Outra peculiaridade dessa flor é que ela é a maior do mundo, podendo chegar a até 1 metro de diâmetro e pesar mais de dez quilos. Entretanto, esta flor não possui caule nem folhas, o que a impede de fazer fotossíntese.

Esta espécie é um parasita que absorve nutriente da árvore Tetrastigma.

Deixe Um Comentário