8 espécies de plantas venenosas

0

Por ano, milhares de pessoas são atendidas em emergências de todo o mundo devido a intoxicação com plantas venenosas. Apesar de algumas espécies serem usadas na ornamentação e na medicina, há também aquelas que devem ser evitadas.

Essas plantas parecem inofensivas, mas são altamente tóxicas, podendo causar a morte de um adulto com a ingestão de uma pequena quantidade.

Confira 8 espécies de plantas venenosas que são mortais:

1. Cicuta (Western water hemlock)

A cicuta é considerada a planta com maior teor de veneno da América do Norte. Isso se deve a uma substância chamada de cicutoxina.

O extrato da cicuta foi muito usado pelos nativos americanos nas pontas de flechas para ferir os inimigos em combates.

Embora esta planta seja venenosa por completo, a maior parte do veneno se concentra na raiz. Uma pequena quantidade desse veneno pode causar a morte de uma pessoa adulta em cerca de 15 minutos.

São características do envenenamento espuma no canto da boca, convulsões, dificuldade para respirar e paralisia dos músculos.

Por ter um cheiro agradável acaba sendo consumida por animais.

2. Ervilha do rosário (Abrus precatorius)

A ervilha do rosário é uma planta nativa da Indonésia que está presente em diversas partes do mundo.

Ela se caracteriza por ter uma semente vermelha com um pontinho preto, sendo muito usada para fazer bijuterias.

Apesar de parecer inofensiva, esta planta é rica em abrina, que é um veneno extremamente potente. Apenas 3 microgramas desse veneno pode causar a morte de uma pessoa adulta.

Muitos são os casos de envenenamento pelo fato de as pessoas não saberem que esta planta é mortal.

3. Beladona (Atropa Belladonna)

A beladona é uma planta com frutos escuros que se assemelham muito a jabuticabas.

É nos frutos em que se concentra a toxidade da planta. Por ser adocicada, são muitos os acidentes envolvendo a ingestão da fruta, principalmente por crianças.

Os sintomas de envenenamento são: boca seca, forte dor de cabeça, dificuldade de falar e respirar e convulsão.

São necessários uma média de 10 a 20 frutos para que uma pessoa adulta morra com a ingestão da planta.

4. Trompete de anjo (Brugmansia suaveolens)

Planta nativa a América do Sul, o trompete de anjo possui uma toxina chamada escopolamina. Esta substância é alucinógena e se consumida em grande quantidade pode causar a morte.

A principal característica dessas plantas venenosas é que elas possuem flores semelhantes a lírios.

5. Erva de São Cristóvão (Actaea pachypoda)

A erva de São Cristóvão é uma planta nativa das regiões norte e leste da América do Norte.

Os frutos dessa planta se assemelham a um globo ocular. É no fruto que se concentra a maior parte do veneno, embora esta planta seja venenosa por completo.

O veneno da planta ocasiona a paralisia dos músculos cardiovasculares, o que é responsável por causar a morte rapidamente.

O fruto de sabor adocicado pode acabar atraindo crianças e causar graves acidentes.

6. Oleandro (Nerium oleander)

A oleandro é uma planta que encanta por sua beleza, sendo normalmente cultivada para fins decorativos. Esta é uma planta nativa do mediterrâneo e do Extremo Oriente.

Esta planta possui uma grande variedade de toxinas, sendo as mais fortes a neriine e oleandrina. Essas toxinas afetam o coração.

Por instinto, os animais costumam manter distância dessa planta, mas basta apenas uma folha da planta para matar uma criança.

7. Abundância (Ageratina adenophora)

Também chamada de milho-cozido ou inça-muito, esta planta é nativa da América do Norte, sendo bastante comum no México.

Quando essas plantas venenosas são consumida em grande quantidade pelo gado, a toxina tremetol é absorvida pela carne e pelo leite do animal.

Uma vez que uma pessoa consuma o leite tirado de um animal contaminado ela pode desenvolver a “doença do leite”.

Esta doença matou uma grande quantidade de colonos europeus no início do século XIX, na América.

8. Mamona (Ricinus communis)

O óleo de mamona também conhecido como óleo de rícino é bastante consumido como purgante. Este é um composto bastante usado também na indústria química e na produção de biodiesel.

O veneno da mamona está concentrado na semente. Este veneno é mortal em pequenas doses, sendo necessária uma pequena quantidade (cerca de 8 sementes) para matar um adulto.

Dor abdominal, vômitos, tremores, diarreia hemorrágica e pressão arterial baixa são alguns dos sintomas do envenenamento.

Em 2007, a planta foi eleita pelo Guinness World Records como a planta mais tóxica do mundo. Apesar disso, a abrina presente na ervilha do rosário é cerca de 75 vezes mais forte que a ricina da mamona.

Deixe Um Comentário