A canção que causou suicídio de diversas pessoas

0

A música húngara Szomorú Vasárnap (“Gloomy Sunday” em inglês e “Domingo Sombrio” em português) teria sido a trilha sonora para mais de 100 pessoas que cometeram suicídio. Lenda urbana ou a música é realmente capaz de fazer as pessoas se suicidarem?

O pianista e músico húngaro Rezső Seress compôs a letra em 1933. Por ser extremamente melancólica, ela ficou conhecida em todo mundo como “A canção húngara do suicídio” e é considerada a música mais triste do mundo.

Música foi composta após término de relacionamento

Rezső Seress desejava se tornar um compositor famoso e brigava constantemente com sua namorada. No término da relação, Seress compôs a letra de “Szomorú Vasárnap”.

A letra recebeu contribuição de Lázlo Javor, amigo de Seress, que fez com que a música se adaptasse melhor quando produzida.

Seress contatou uma editora para publicar sua música, mas foi rejeitado na primeira tentativa. Na segunda vez, a música foi aceita.

Em 1935, a música foi gravada por Pál Kalmár. Apesar de ser muito melancólica e triste, a música logo tomou conta das rádios da Hungria.

Casos de suicídio foram relacionados à música

Na década de 1930, diversos casos de suicídios foram atribuídos ao fato de as pessoas que atentaram contra própria vida serem ouvintes da canção.

Até mesmo antes de ser conhecida pelo grande público a música teria feito vítimas. Conta-se que ao receber os versos da letra da música, o segundo editor teria se suicidado.

A história que se espalhou no auge das ocorrências de suicídio foi que pessoas que se mataram teriam sido encontradas com um papel com a letra da música nas mãos ou ainda tinham escrito os versos em cadernos e diários.

Confira a letra da canção:

O domingo é sombrio
Passados nas sombras
O meu coração e eu decidimos acabar com tudo
Daqui a pouco haverão flores e orações que dizem saber
Mas não os deixem chorar
Deixem saber o quão feliz estou por partir
A morte não é um sonho
Pois na morte eu te acaricio com o último suspiro da minha alma
Eu te abençoarei

Domingo sombrio

Sonhando
Eu estava apenas sonhando
Acordo e te encontro dormindo no fundo do meu coração
Querida, eu espero que o meu sonho nunca te persiga
O meu coração está te dizendo o quanto eu te quero

Domingo sombrio

Domingo sombrio

Compositor foi acusado pelas mortes atribuídas à música

Rezső Seress sofreu muitas represálias pelo efeito que a música causou. Questionado na época pela imprensa, ele contou que o fato de estar sendo acusado pelas mortes o magoava muito e que transcreveu todas suas decepções na música.

“Estou no meio deste sucesso mortífero como um homem sendo acusado. Esta fama fatal magoa-me. Chorei todas as decepções do meu coração nesta canção e parece que outros, com o mesmo sentimento que eu, encontraram nela a sua própria dor”, disse.

Após a canção ser um sucesso, Seress e a namorada que inspirou a criação da música se reconciliaram, mas a moça se suicidou pouco tempo depois.

Em 1968, Seress com sessenta e nove anos também tentou suicídio saltando de uma janela. Ele sobreviveu, mas ainda no hospital se enforcou com uma corda.

Música chegou a ser proibida

O aumento do número de suicídios e a suspeita de que estariam relacionados com a canção fez com que a mesma fosse proibida na Hungria, o que teve efeito reverso, pois aumentou a curiosidade das pessoas em relação ao efeito sonoro da música.

Em 1942, a música mais triste do mundo alcançou grande sucesso ao ser regravada em inglês pela cantora Billie Holiday.

O medo do efeito da canção sob as pessoas fez com que a BBC proibisse a reprodução. Outras estações de rádio e casas de show também proibiram que a música fosse veiculada.

Desde o lançamento da canção mais triste do mundo, ela já foi gravada mais de 70 vezes, por artistas como Elvis Costello, Ray Cjarles, Björk e Lou Rawls.

A história por trás da música também inspirou o filme alemão “Domingo Sombrio: Uma música de amor e morte”, de 1999.

Contexto da época era de dificuldades

A música ganhou as rádios húngaras na década de 1930, período conhecido no país como “Grande Depressão”.

O mundo passava por um período de crise, após o colapso na bolsa de valores em 1929 e também esse foi o período tenso do entre guerras.

Esse contexto social pode ter contribuído para os suicídios que foram atribuídos à música.

Não se sabe se a canção realmente inspirou as mortes ou se é apenas uma lenda urbana. O fato é que a canção é realmente triste.

Deixe Um Comentário