Casos de abdução: realidade ou delírio?

0

Abdução é o termo usado na ufologia para se referir aos casos em que desaparecimentos, temporários ou não, de pessoas e animais estão ligados a atividades extraterrestres.

Na maioria dos relatos, as pessoas que foram abduzidas dizem ter sido submetidas a procedimentos físicos e/ou psicológicos, similares a exames médicos.

Há aqueles que já relataram experiências transformadoras e até mesmo agradáveis, enquanto outros vivenciaram experiências traumáticas.

Certamente, o fenômeno de abdução chama a atenção de cientistas de todo o mundo que tentam formular uma explicação para tantos relatos de rapto por extraterrestres.

Na maioria das vezes, os casos são atribuídos a sugestionabilidade e/ou psicopatologias. As abduções são, na maioria das vezes, recordadas a partir de sessões de hipnoses.

Há ainda teorias da conspiração que defendem a ideia de que os extraterrestres estão há muito tempo entre nós fazendo experimentos e se preparando para a dominação do mundo. Será verdade?

O caso Shane Kurz

Em 2 de maio de 1968, Shane Kurz, de Westmoreland, Nova Iorque, estava na varanda de sua casa quando avistou um objeto cilíndrico no céu.

Meia hora depois, Shane teria caído em sono profundo e acordado somente na manhã seguinte, deitada em sua cama. A porta de sua casa estava aberta.

No chão, haviam pegadas de lama e o calçado dela estavam sujos. Dois dias depois do ocorrido, Shane percebeu uma linha no umbigo e duas marcas avermelhadas no abdômen.

Quando sua mãe foi vê-la no quarto de madrugada, ela não estava na cama. Porém, a mãe imaginou que a filha tinha ido ao banheiro e não se preocupou.

Em 1975, Shane fez hipnose e lembrou parte do que ocorreu enquanto ela caiu em sono profundo.

Shane se lembrou de ter ouvido vozes que mandavam ela caminhar para um lugar enlameado próximo de sua casa. Nesse local, um feixe de luz quente fez com que ela fosse levada para o uma nave extraterrestre.

Dentro da nave, seria semelhante a um consultório médico. Lá um ser extraterrestre teria falado que ela era especial e uma boa reprodutora.

O ser a levou até outra sala e inseriu uma agulha em seu umbigo e uma outra criatura com características humanas consumou o ato sexual. O extraterrestre disse ainda que logo ela seria mãe de um filho seu, mas não lembraria de nada.

Um caso brasileiro de abdução

Na cidade de Maringá, Paraná, na noite de 13 de abril de 1979, Joselino Mattos, que na época tinha 19 anos, teria sido levado à bordo de um OVNI.

Joselino e o irmão, Roberto Carlos, de 13 anos, caminhavam quando viram uma “estrela brilhante” que parecia aumentar de tamanho. Os dois tiveram que desviar de caminho e acabaram entrando em uma plantação, onde desmaiaram.

Joselino diz lembra que a estrela se tornou uma luz enorme atrás de uma árvore e que o atraiu para o local.

Após estrar na nave, em um relato semelhante ao de Shane, ele diz que ficou em um local similar a consultório e com diversos instrumentos parecidos aos de uso médico.

Nesta sala, seres extraterrestres teriam recolhido diversas amostras de cabelo, pele e sangue. Eles também teriam colhido uma amostra de sêmen, colocando o pênis de Joselino em um aparelho de sucção.

Após isso, Joselino teria copulado com uma humanoide que lhe disse “talvez um deles sobreviva”. Depois disso, os extraterrestres teriam deixado Joselino no local onde estava seu irmão desacordado.

Após sessões de hipnose, Roberto Carlos, também recordou que foi levado a bordo do OVNI. No entanto, ele não passou pelo mesmo processo por ser muito novo.

Este certamente é um dos casos mais impressionantes da ufologia brasileira.

Assim como o caso de Shane e Joselino, há diversos relatos de abdução pelo mundo. Estariam os extraterrestres vivendo entre nós? Este é um tema que continuará a ser debatido por ufologistas e criando teorias de conspirações entre os curiosos pelo assunto.

Deixe Um Comentário