Chupa-cabra: Mito ou Verdade?

0

Certamente se você viveu na década de 1990, ouviu falar no Chupa-cabra, pois essa lenda urbana ficou muito famosa em diferentes partes da América do Sul e do Norte.

A fama e o aparecimento do mistério se deram por conta de diversas ocorrências estranhas em cidades do Brasil, México, Estados Unidos, Chile e Nicarágua.

Todos os casos envolviam a morte de animais que tinham o sangue drenado de forma misteriosa.

Como tudo começou

O primeiro caso de morte de animais ocorreu em Porto Rico quando um rebanho de cabras foi encontrado morto com marcas de dentes no pescoço e com o sangue drenado.

Daí surgiu o nome “Chupa-cabra”.

Registros de ataques no Brasil

O Brasil foi um dos países da América Latina que mais tiveram casos misteriosos atribuídos ao Chupa-cabra.

O primeiro ataque, foi em 1995, na cidade de Jabaquara, em São Paulo, quando oito cabras foram mortas. Cada uma tinha três perfurações no tórax e o sangue totalmente drenado.

Após esse ataque, várias cidades do interior paulista e do Paraná registraram ocorrências e não demorou para o pânico se espalhar por todo o país.

Os ataques não ocorriam só com cabras, mas também com ovelhas, vacas, porcos, cachorros, aves domésticas e entre outros.

Em todos os ataques, havia algo em comum: o sangue totalmente esvaído e marca de dentes, como se fosse uma espécie de vampiro do mundo animal.

O fato mais intrigante em torno do mistério do Chupa-cabra é a ocorrência de casos semelhantes em locais tão distantes.

Mesmo com diversas pesquisas e análises nos animais atacados, veterinários e biólogos não conseguiram chegar à uma conclusão definitiva sobre a criatura que fez o ataque, pois não se entende como o sangue dos animais pode ser totalmente drenado.

Os animais que conseguiram sobreviver ao ataque, acabaram morrendo pouco tempo depois por conta dos ferimentos mortais.

Especulações sobre o que seria o Chupa-cabra

Muitas hipóteses e teorias foram levantadas acerca do Chupa-cabra.

Há quem diga que se trata de uma espécie ainda desconhecida de animal híbrido, ou ainda um coiote. Mas, a hipótese foi descartada, pois esses animais matam suas vítimas para comer e não apenas para tirar o sangue.

Levantou-se também a teoria de que o Chupa-cabra se tratava de uma criatura extraterrestre. Há quem acredite que a criatura seja um animal de estimação alienígena, que foi deixado para trás em uma visitação.

O ufólogo Carlos Alberto Machado, do Centro de Investigação e Pesquisa Exobiológica, de Curitiba afirmou ter visto um Objeto Voador Não Identificado (OVNI) em Campina Grande do Sul em um dia que houve ataques na cidade.

Há ufólogos que acreditam que o Chupa-cabra seja o resultado do cruzamento entre um alienígena e um animal terrestre. Essa criatura seria fruto de um experimento da NASA e que fugiu do cativeiro.

Relatos de avistamentos do Chupa-cabra

Foram muitos os relatos de pessoas que juraram terem visto a fera. Mas, ao contrário do padrão de ataque, as descrições são bastante divergentes.

Há quem diga que a criatura teria a aparência de um cachorro e patas semelhantes às de um lagarto. Enquanto uns dizem que o Chupa-cabra era grande, há também quem diga que seria uma criatura do tamanho médio de um cachorro.

Outros relatos dão conta que se trata de uma criatura bípede parecida com um gorila, mas com as canelas viradas para trás, iguais as patas traseiras de um animal quadrúpede. Já outros, dizem que o Chupa-cabra teria garras e espinhos nas costas.

O fato é que não se chegou a uma conclusão sobre a aparência do Chupa-cabra e o enigma continua em aberto. Ainda não houve nenhuma captura e resolução dos ataques aos animais.

Deixe Um Comentário