Conheça a caverna dos cristais gigantes

0

Situada na mina de Naica, no estado de Chihuahua, no México, a Caverna dos Cristais encanta curiosos e pesquisadores de todo o mundo.

O maior cristal presente na caverna mede aproximadamente 11 metros de comprimento e 4 metros de diâmetro. O peso aproximado desse cristal é de 55 toneladas.

Os cristais gigantescos são constituídos de um mineral natural chamado de selenite, que é originário da composição química de sulfato de cálcio hidratado.

Entrar na caverna é considerado perigoso

É tido como um grande perigo entrar na Caverna dos Cristais. Isso porque, a temperatura no interior da caverna chega aos 58ºC.

Além disso, a umidade do ar chega a 100%. Nessas condições climáticas ocorre a condensação dos fluidos do pulmão.

Por isso, para entrar na caverna, é preciso que se use uma roupa especial com compartimentos para armazenar gelo e equipamentos de respiração, como uma máscara que fornece ar fresco.

Uma pessoa que adentre a caverna sem equipamento pode vir a óbito em um período de apenas 10 minutos.

Além de ser um local totalmente inóspito em relação ao clima, os cristais gigantes são extremamente afiados, o que dificulta na locomoção dos visitantes.

Visita ao local é controlada

Além de possuir condições extremamente adversas, há o problema de retirada dos cristais para a venda no mercado negro para colecionadores.

Por isso, o governo de Naica e os proprietários da mina passaram a controlar a entrada de visitantes. Atualmente, é permitida apenas a entrada de geólogos e pesquisadores.

Local foi descoberto por acidente

A caverna que abriga os cristais está situada a aproximadamente 300 metros de profundidade.

A descoberta deste local único no mundo é recente e ocorreu no ano de 2000 por acidente, enquanto trabalhadores escavavam um túnel de ligação.

A descoberta chamou atenção de geólogos de todo o mundo. Esses profissionais acreditam que provavelmente há ocorrências semelhantes de cavernas de cristais em outras partes do mundo, mas estas ainda não foram descobertas.

A formação dos cristais

A caverna está localizada sobre uma câmara de magma em uma falha geológica. O magma é uma massa pastosa composta por minerais, que pode ser encontrada em grandes profundidades abaixo da superfície terrestre.

Após uma erupção vulcânica o magma é resfriado lentamente e se cristaliza, dando origem a rochas ígneas. Essas rochas dão origem aos cristais.

O calor do magma aquece as águas armazenadas nas câmaras. Esta água atinge uma temperatura em torno de 50ºC e fica impregnada com os minerais que estão em grande quantidade no local. Essas condições propiciam o crescimento dos cristais.

Entretanto, esse crescimento é bastante lento. Os pesquisadores estimam que os cristais demorem entre 500 mil a 1 milhão de anos para se formar.

O crescimento diário dos minerais é de apenas um bilionésimo de metro.

Caverna será fechada

Brevemente, quando a exploração mineral na caverna não for mais viável, as bombas de água serão retiradas do local, que ficará submerso.

Com isso, os cristais voltarão a crescer.

Deixe Um Comentário