Conheça a Cratera de Darvaz: A “Porta para o Inferno”

0

A Cratera de Darvaz é uma profunda caverna subterrânea com uma grande quantidade de gás tóxico foi descoberta na Vila de Darvaz, no Deserto de Karakum, no Turquemenistão, na Ásia Central.

A cratera possui cerca de 70 metros de diâmetro e 20 metros de profundidade. Ela foi encontrada durante uma expedição de cientistas que pertencia à antiga União Soviética.

Por conta de um erro de cálculo, os geólogos fizeram uma perfuração que fez com que a plataforma cedesse, abrindo uma enorme cratera, onde caiu parte do equipamento que estava sendo usado.

A cratera se constitui em uma poderosa reserva de gás natural do Turquemenistão.

Gás liberado pela cratera causou mortes

A abertura da cratera fez com que fosse lançada na atmosfera uma grande quantidade de gás metano. Com isso, houve mortes por intoxicação e os moradores da vila passaram a sofrer com doenças.

Além de uma questão de saúde, a emissão do gás também foi uma preocupação em relação à sua contribuição para o aumento do efeito estufa. Por isso, uma medida devia ter sido tomada imediatamente para impedir a emissão do gás.

Os cientistas chegaram à conclusão de que a melhor solução seria queimar o gás e colocaram fogo no local. Mas, daí surgiu o problema, pois estimava-se que o gás fosse queimado rapidamente.

Porém, depois de quase meio século (a cratera foi descoberta em 1971), o gás continua queimando e não há nenhuma previsão de quando vai parar, pois não se sabe a quantidade de gás que há no local.

O presidente Gurbanguly Berdimuhammedow propôs fechar o local com areia em 2010. Mas, a ideia não foi para frente, pois a cratera atrai atividade turística para a região.

Local é conhecido como “Porta para o inferno”

Pela queima incessante de gases, a Cratera de Darvaz ficou conhecida em todo o mundo como “Porta para o Inferno” (Door to Hell).

Esta definição se deve ao forte cheiro de enxofre proveniente da queima constante o gás e foi atribuída pelos próprios moradores da vila, que possuem como principal atividade o turismo impulsionado pela cratera.

O cenário lembra a descrição do Reino de Hades, que segundo a mitologia grega seria o local para onde a alma das pessoas se dirige após a morte. O Reino de Hades é descrito como um lugar nas profundezas da Terra.

A queima ocorre o dia todo e a grande cratera fumegante pode ser vista à longa distância. Na região do Mar Cáspio, há uma abundância de petróleo e gás, o que explica a cratera estar queimando há tantos anos.

A quantidade de gás que já foi queimado por essas quase cinco décadas é um mistério. Durante a noite, a queima é realmente espetacular, o que leva a uma grande quantidade de curiosos à região.

O turismo impulsionado pela Cratera de Darvaz

A Cratera de Darvaz fica a cerca de 260 quilômetros da capital do Turquemenistão, Ashgabat, a leste do Mar Cáspio. A partir da capital, o percurso pode ser feito de carro ou ônibus.

Deixe Um Comentário