Conheça as particularidades do Pantanal

0

O Pantanal é o bioma que possui a maior planície inundável do mundo e se estende em uma área de cerca 250 mil km² pelo Brasil, Paraguai e Bolívia. Ele está dividido em duas regiões: Pantanal Norte (Amazônico) e Pantanal Sul.

Aproximadamente 62% da maior parte (Sul) está no Brasil, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A região possui seu Bioma localizado na Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai e é influenciada pelo rio Paraguai e seus afluentes. Com isso, extensas áreas alagadas se formam no período das cheias.

O Pantanal é considerado Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera pela UNESCO.

O clima do Pantanal

O clima no Pantanal se alterna entre períodos de muita chuva e seca, sendo predominantemente Tropical Continental com temperaturas altas e grande índice pluviométrico.

As primeiras chuvas que caem logo após a seca são absorvidas com facilidade. Com o solo umedecido, as espécies vegetais começam a brotar formando um tapete verde.

As chuvas são frequentes entre outubro a março, enquanto que o período mais seco é de abril a setembro. O solo com característica argilosa e arenosa e a baixa declividade da área contribui para as regiões alagadas.

Nas regiões mais altas de lodo, não ocorrem alagamentos. É nessas áreas que os animais buscam abrigo durante o período de chuvas.

Nos períodos de seca, há água somente nas lagoas e leitos de rio. Neste período, o solo que se forma é usado para a pastagem do gado.

A fauna do Pantanal

A fauna do Pantanal é rica em diversidade. Segundo registros, há cerca de 1.000 espécies de borboletas, 656 aves, 325 de peixes, 159 mamíferos, 98 répteis e 53 anfíbios.

Dentre as aves, o tuiuiú é o símbolo da região. Mas, araras azuis, tucanos, garças, papagaios, emas, carcáras, gaviões e jaçanãs também são frequentes.

Da mesma forma, mamíferos como capivaras, onças, lobos-guará, preguiças, quatis, ariranhas e tatus são facilmente avistados na região.

Entre os répteis, estão os jacarés, cobras, lagartos, jabutis e cágados. Já em relação aos peixes se destacam a piranha, dourado, pintado e pacu e entre os anfíbios diversas espécies de sapos.

A flora do Pantanal

Assim como a fauna, a flora do Pantanal também é muito diversificada.

Isso porque, há uma mistura de vegetação do Cerrado, Mata Atlântica, Floresta Amazônica e Chaco (nos territórios da Bolívia e Paraguai).

Árvores de grande porte, palmeiras de buriti e carandá e entre outras espécies de arbustos e vegetação rasteira fazem parte da fauna dessa região.

Atividades econômicas da região

Sendo uma região riquíssima em recursos naturais, as atividades econômicas predominantes do Pantanal são a pesca, pecuária e o turismo.

Mesmo assim, o desmatamento, a construção de hidrelétricas, o uso da terra para a agropecuária e o crescimento da população ameaçam esse ecossistema.

Uma prova disso é que muitos animais, como a onça-pintada, onça-parda, arara azul e cervo-do-pantanal estão ameaçados de extinção.

Deixe Um Comentário