Conheça a sinistra Capela dos Ossos

0

Paredes de uma igreja coberta de ossos. Parece assustador, não é mesmo? Mas é assim na Igreja de São Francisco, mais conhecida como Capela dos Ossos.

A capela a atração mais conhecida de Évora, na região de Alentejo, em Portugal. Ela está situada da Praça 1º de maio.

O simbolismo da Capela dos Ossos

A capela começou a ser construída no século XVII durante a contrarreforma religiosa e está situada onde era a sala de reflexão e dormitório dos frades.

As ossadas foram dispostas nas paredes com o objetivo de transmitir para quem visitasse a capela a mensagem de o quanto a vida humana é frágil e a transitoriedade da vida, levando a uma discussão sobre o materialismo.

Esta mensagem se reforça no aviso na entrada que diz “Nós ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”.

O clima macabro da Capela dos Ossos

Com certeza, a estética barroca da capela revela o interesse do homem pelo macabro e pela morte.

Os ossos e crânios humanos estão dispostos de forma decorativa nas paredes e oito pilares da capela. Eles foram fixados com cimento pardo.

Para deixar o clima ainda mais macabro, nas abóbadas há ainda motivos que fazem referência à morte.

A capela é constituída por três alas com aproximadamente 11 metros de largura e 18,70m de comprimento.

Há somente três frestas para a entrada de luz no espaço. Isso faz com que o local seja bastante escuro, deixando o clima ainda mais fúnebre.

Solução para a superlotação de cemitérios

Estima-se que os restos mortais de 5.000 pessoas estejam nas paredes da capela, sendo a maioria de religiosos.

Esses ossos são provenientes de sepulturas que haviam na capela e em outras igrejas, bem como de  cemitérios próximos. Para se ter uma ideia, no século XVI haviam mais de quarenta cemitérios de mosteiros na cidade.

Esses cemitérios ocupavam muito espaço. Assim, os monges encontraram a solução de desocupar o espaço colocando os ossos das covas nas paredes da Igreja de São Francisco.

Os restos mortais do bispo D. Jacinto Carlos de Silveira, assassinado por soldados de Napoleão durante a invasão francesa, em 1808, estão guardados em uma espécie de urna na capela.

Monumento ao Senhor dos Passos

A Capela dos Ossos é um monumento de arquitetura dedicado ao Nosso Senhor dos Passos, que é uma imagem de Jesus Cristo em alusão ao trajeto que ele percorreu até o calvário antes de sua crucificação.

A devoção ao Senhor dos Passos remonta à Idade Média, quando a pessoas visitavam os locais que seriam o caminho do martírio de Jesus, que são sagrados em Jerusalém.

Capela é principal ponto turístico de Évora

Évora é a única cidade portuguesa que faz parte da Rede de Cidades Europeias mais Antigas. Além disso, o centro histórico da cidade é bastante preservado e um dos mais ricos em monumentos de Portugal, sendo considerada uma Cidade-Museu.

Por isso, o centro histórico da cidade foi declarado também em 1986 como Patrimônio mundial, pela UNESCO.

É comum as visitas guiadas em Évora começarem na Capela dos Ossos. Não é à toa que o local recebe um grande número de visitantes por ano.

Deixe Um Comentário