Edward Mordake: A história do Homem de duas faces

0

Edward Mordake ficou conhecido como “O Homem da Face Demoníaca”. Isso porque, ele teria nascido com uma estranha deformidade: um rosto adicional na nuca, que não era capaz de comer ou falar, mas tinha expressões e conseguia rir e chorar.

Esta história seria real ou uma lenda urbana? A seguir, falaremos sobre isso.

Quem teria sido Edward Mordake?

A história dá conta que Edward teria nascido no século XIX e teria sido um nobre herdeiro inglês.

Edward teria implorado aos médicos que removessem a sua “face demoníaca”, que o atormentava sussurrando coisas terríveis durante à noite.

Contudo, nenhum médico teria aceitado fazer a cirurgia, que seria perigosíssima. Como forma de pôr fim ao seu sofrimento, Edward cometeu o suicídio aos 23 anos.

Teorias sobre a morte de Edward são divergentes

A versão do suicídio de Edward é contada de várias formas.

Há que diga que o homem de duas faces se envenenou. Já outras versões apontam que ele teria se matado com uma bala entre os olhos de sua outra face.

Conta-se ainda que Edward teria deixado uma carta de suicídio onde implorava a seus familiares que o segundo rosto fosse retirado e destruído antes de ele ser enterrado.

Isso porque, ele temia que sua “face demoníaca” continuasse o incomodando após a morte.

O início da lenda em torno de Edward Mordake

Muito se fala que a história de Edward Mordake não passa de uma lenda norte-americana que se iniciou após uma publicação do poeta e jornalista Charles Lotin Hildreth, no Post Sunday em 1895.

Este artigo tratava de relatos de criaturas híbridas e de pessoas que nasceram com deformidades monstruosas. Os casos teriam sido retirados dos relatórios da Royal Scientific Society.

Devido a notoriedade e publicação dos jornais, a história de Edward era tratada como algo verídico. Inclusive, este caso faz parte do livro “Anomalias e curiosidades da medicina”, escrito pelos médicos norte-americanos George M. Gould e Walter L. Pyke.

Esses médicos publicaram uma coletânea que tratava de pessoas com anomalias. Contudo, eles nunca revelaram as fontes dos casos abordados.

Após muita pesquisa em torno do caso de Edward Mordake conclui-se que tudo se tratava de uma lenda inventada por Charles Hildreth. Isso porque, nenhuma evidência foi encontra da existência de uma Royal Scientific Society, que seria a fonte do artigo de Charles.

Além disso, médicos especialistas em anomalias afirmam que as chances de uma pessoa com uma face parasita viver por muito tempo (23 anos no caso de Edward) é muito remota.

Outro fato é que Hildreth costumava publicar contos nos jornais na época com o teor considerado ficção científica. Ele também tinha inspiração em Edgar Allan Poe, considerado referência em histórias de terror na literatura.

Mesmo sabendo que o caso de Edward Mordake é uma lenda, muitas pessoas ainda se espantam ao verem as fotos que circulam na internet.

Na verdade, essas fotos foram tiradas de uma réplica de cera criada por um artista para retratar como Mordake se pareceria na vida real.

Casos reais semelhantes ao de Edward Mordake

Dois casos raros semelhantes ao de Edward foram registrados no mundo.

O chinês Chang Tzu Ping possuía outra face em seu rosto que tinha uma boca com alguns dentes, vestígio de olhos, nariz e orelhas e um pedaço de couro cabeludo.

A outra parte da cabeça era um gêmeo que não se desenvolveu e se agregou ao corpo. A cabeça parasita foi removida e o chinês pode ter uma vida nova.

Outro caso é de Pasqual Pinon, um ator de circo do início do século XX que ficou conhecido como “mexicano de duas cabeças”.

Ele tinha um grande tumor na cabeça e começou a ganhar dinheiro com essa deformidade ao implantar uma prótese de outro rosto no local.

Em 2014, Edward Mordake apareceu em alguns episódios da quarta temporada da série American Horror Story: Freak Show, da FX, que possui como tema central aberrações.

Deixe Um Comentário