Hashima: Uma cidade fantasma no meio do oceano

0

Hashima é uma cidade de concreto em meio ao oceano, que desperta muita curiosidade por abrigar ruínas de um período áureo da exploração japonesa de carvão.

Entre 1887 e 1974 a ilha serviu de base de extração de carvão. Ela impressiona pelas imensas construções de concreto abandonadas no meio do oceano.

O local está distante cerca de 15 quilômetros da costa da província japonesa de Nagasaki, pela qual passou a ser administrado desde 2005.

Ilha de Hashima viveu seu auge na primeira metade do século XX

No final do século XIX, em 1890, o Japão estava no processo de industrialização. Foi nesse ano que a Mitsubishi adquiriu a ilha e começou a extração de carvão em minas submarinas.

Para abrigar a massa de trabalhadores, em 1916 foi construído na ilha o primeiro bloco de apartamentos. Em 1959, quando as atividades na ilha estava no ápice, a ilha chegou a ter cerca de 5259 habitantes.

Evacuação da ilha foi motivada pelo petróleo

As atividades da Ilha de Hashima começaram a entrar em declínio quando o carvão começou a ser substituído por petróleo no Japão.

Isso começou a ocorrer por volta da década de 1960, o que fez com que as minas de extração mineral de todo o país começassem a ser fechadas.

As minas de Hashima não foram exceção e também começaram a ser encerradas. Em 1974, a Mitsubishi fez um anuncio oficial do encerramento de suas atividades na Ilha.

Sem trabalho, o local foi totalmente evacuado e Hashima passou a ser conhecida como “Ilha Fantasma”.

Após o encerramento da exploração de carvão, o acesso à Ilha só foi restabelecido mais de 20 anos, em 1999.

A importância da cidade abandonada é reconhecida

Depois da reabertura da Ilha para visitações, muitos turistas se interessaram pelo local.

Em 2008, uma ONG fez um pedido juntamente à UNESCO para que a Hashima fosse incluída como Patrimônio Mundial da Humanidade. Em 2009, uma parte da Ilha foi reaberta para visitas de turistas.

Os criadores do filme “007- Operação Skyfall”, de 2012, usaram as ruínas da ilha como cenário. No local, estaria a casa do personagem de Javier Bardem, que interpreta o criminoso Raoul Silva.

Após aparecer nas telas de cinema, foi a vez do serviço Google Street View mapear a localidade, em 2013.

Você pode fazer o tour na ilha clicando aqui:

Deixe Um Comentário