As intrigantes esferas de pedra da Costa Rica

0

Chamadas de “la bolas”, as esferas de pedra da Costa Rica estão localizada em Delta Diquís, na Ilha de Caño.

Acredita-se que as esferas tenham sido esculpidas pela Cultura Diquís, teria desaparecido após a colonização espanhola. Por isso, também são conhecidas como Esferas Diquís.

São mais de 300 esferas dos mais diversos tamanhos. Algumas delas têm poucos centímetros, enquanto que outras pesam mais de 15 toneladas e medem mais de 2 metros de diâmetro.

O material usado para fazer a maioria das esferas é o gabro, que é uma rocha de cor escura originada do resfriamento do magma da composição basáltica. No entanto, é possível encontrar esferas feitas de calcário e outras de arenito.

Quando as esferas foram esculpidas

A data de confecção das esferas de pedra não é certa. Estima-se que tenham sido construídas por volta do ano 600, sendo a maioria datada após o ano 1000.

Para saber a idade aproximada das esferas foram usadas técnicas da estratigrafia, que estuda as camadas de rochas.

Portanto, acredita-se que as esferas foram esculpidas antes do período de colonização europeia das Américas.

Como as esferas foram descobertas

Em 1939 quando a United Fruit Company estava fazendo uma limpeza na região para iniciar o plantio de bananas, as esferas foram encontradas pelos trabalhadores por acaso.

As grandes bolas de rocha passaram a ser vistas pelos trabalhadores como um obstáculo para a limpeza da área. Por isso, muitas delas foram destruídas ou tiradas do lugar por escavadeiras.

Os trabalhadores chegaram a até mesmo cavar buracos e colocar dinamite nas esferas maiores. Isso porque, eles pensavam que poderiam achar ouro no interior das esculturas de rocha.

Com essa prática, muitas das esferas foram destruídas. Porém, algumas delas foram restauradas e estão expostas no Museu Nacional da Costa Rica, em São José.

Esferas foram tiradas de seu local de origem

Muitas das esferas não se encontram mais em seu local de origem.

Atualmente, é comum encontrar as esferas sendo usadas como enfeites nos jardins das mansões milionários da região.

Teorias e lendas em torno das esferas de pedra

Diversas são as teorias em torno do motivo que possa ter levado a criação das esferas de pedra. Há quem diga que as esferas seriam resquícios da civilização da lendária Atlântida.

Outra teoria sustenta a ideia de que as esferas teriam se formado por ação da natureza.

Lendas da população local dão contam que há uma poção que é capaz de amolecer as pedras. Mas, essa informação não possui nenhum tipo de comprovação científica.

Esferas são praticamente perfeitas

Um fato que intriga arqueólogos e geólogos de todo o mundo é que a forma como as esferas foram esculpidas muito se aproxima da perfeição.

Por conta do passar do tempo e da intervenção do homem, não se pode ter certeza se o formato inicial das pedras era circular.

Motivo das esferas terem sido esculpidas

Ainda não se chegou a um consenso sobre o motivo pelo qual as esferas teriam sido esculpidas e sua utilidade.

Uma das teorias é que as esferas serviam como uma orientação de navegação, pois apontam para Sotnehenge e para a Ilha de Páscoa. As esferas também poderiam ser usadas na astronomia ou com bússolas magnéticas.

Como a maioria delas foram transportadas do local original, esta é uma questão bastante difícil de ser desvendada.

Por se tratarem de monumentos raros, esculpidas perfeitamente e serem consideradas únicas no planeta, as esferas de pedra da Costa Rica são Patrimônio Mundial da UNESCO.

Deixe Um Comentário