O que aconteceria se caíssemos em um buraco negro?

0

Segundo a Teoria da Relatividade, um buraco negro seria uma região do espaço de onde nada pode escapar, nem mesmo as partículas que se movem na velocidade da luz.

Essa região seria o resultado da deformação tempo-espaço causado pelo colapso gravitacional de uma estrela de grande massa.

A partir daí, o resto de suas matérias é concentrado em um pequeno, denso e espesso espaço, formando um campo gravitacional muito potente capaz de “engolir tudo que por ele passar”. No centro do buraco negro, o tempo e o espaço deixam de existir.

Curiosamente, os buracos negros não são negros. O fenômeno recebe esse nome por nem mesmo a luz conseguir escapar a eles.

E se um corpo cair em um buraco negro?

Os buracos negros intrigam pesquisadores há bastante tempo. O que de fato aconteceria se uma pessoa caísse em um buraco negro? Qual a transformação física que corpos sólidos sofreriam?

Os pesquisadores defendem a ideia de que se um corpo chegasse perto de um campo gravitacional potente como o formado no buraco negro seria sugado rapidamente.

O que acontece do outro lado ainda é um grande mistério. Nos filmes, quase sempre os buracos negros são retratados como uma espécie de portal para outra dimensão.

Por mais que pareça enredo de ficção científica, os pesquisadores debatem a possibilidade de que os buracos negros poderiam levar a um universo paralelo.

Os estudos de Stephen Hawking

O físico e cientista Stephen Hawking é um dos grandes estudiosos de fenômenos cósmicos, inclusive dos buracos negros.

Para Hawking, um corpo que fosse sugado pelo campo gravitacional teria a possibilidade de ficar preso nos limites da região do horizonte de eventos, que também é conhecida como “ponto de não retorno”.

O horizonte de eventos marcaria a região de onde não é mais possível para o corpo retornar. Este ponto seria uma fronteira que, por causa da intensa força gravitacional, não permite que o corpo sugado pelo buraco negro retorne ou escape.

Assim, o corpo ficaria preso no horizonte de eventos, podendo ser deslocado para um universo desconhecido ou ainda permanecer como um holograma.

Para ser transportado a um universo paralelo, o buraco precisaria ser suficientemente grande e estar em rotação.

Em 2004, Hawking apresentou essas teses em seu estudo intitulado Paradoxo da Informação em Buracos Negros.

Essas novas teorias contrariaram estudos anteriores até dele próprio que defendia que certas radiações escapavam dos buracos.

Se isso ocorresse, o buraco negro iria ter perda em massa, que poderia ser evaporada. Isso faria com que a informação fosse sublimada e perdida para sempre, contrariando a mecânica quântica que defende que uma informação não é perdida nunca e sim dividida em partículas infinitas.

A conclusão dessas questões ainda está longe de ser alcançada. Muitos pontos ainda não conseguiram ser explicados pelos cientistas, que também apresentam divergências em suas análises.

A Terra pode cair em um buraco negro?

Esta possibilidade seria praticamente nula, pelo fato de não existir uma grande quantidade de buracos negros vagando pelo espaço.

Os que existem estão bastante distantes da Terra, o que faz com que também seja bastante difícil um astronauta conseguir alcançar um desses buracos.

Se é difícil chegar a um buraco negro, voltar de lá seria praticamente impossível.

Deixe Um Comentário