Pedra de Roswell: A pedra de origem extraterrestre

0

A Pedra de Roswell é famosa por ter sido supostamente feita por seres extraterrestres. Ela está relacionada ao Caso Roswell, que ocorreu em 1947 no Novo México, Estados Unidos, onde um Objeto Voador Não Identificado (OVNI) teria caído.

A versão oficial das Forças Áreas dos Estados Unidos foi de que se tratava de um balão meteorológico. Entretanto, o mistério em torno do incidente fez com que diversas teorias da conspiração surgissem.

Até hoje, muitos acreditam que tripulantes extraterrestres foram resgatados do OVNI por militares e que governo norte-americano também esconde outros fatos acerca da chamada “Área 51“.

Este é um dos casos mais famosos da ufologia mundial. Desde o ocorrido, a cidade de Roswell ganhou fama e tem atraindo diversos turistas e ufólogos de todo o mundo.

Próximo à cidade, a cerca de 18 quilômetros de onde teria caído a suposta aeronave, no meio do deserto do Novo México, um homem encontrou uma pedra misteriosa.

Muitos acreditam que o artefato, que foi apelidado de Pedra de Roswell, se trata de uma lembrança dos extraterrestres.

A descoberta da Pedra de Roswell

Em 2004, enquanto caçava cervos no deserto, o empresário Robert Ridge encontrou uma pedra bastante curiosa enterrada da areia.

O que logo chamou a atenção de Ridge foram as inscrições enigmáticas na superfície da pedra, que mede 4 cm de espessura e 5 cm de comprimento.

A pedra tinha desenhos geométricos de luas e sóis e, o mais estranho é que as figuras muito se assemelham aos símbolos que apareceram em uma plantação na Inglaterra em 1996.

A dúvida foi: Será que a pedra realmente é algo de outro mundo ou apenas um souvenir de Roswell ou de outro lugar que possui turismo alavancado pela possível presença extraterrestre?

Círculo em plantação teria relações com a pedra

Em 1996, ufólogos pesquisaram o círculo de plantação na Inglaterra e chegaram à conclusão de que esse era um dos agroglifos mais perfeitos já surgidos.

O agroglifo foi descoberto por um piloto e passageiro que sobrevoavam a plantação de milho. Ao passarem pelo local não notaram nada de anormal, mas ao retornar meia hora depois, o agroglifo estava lá.

A pergunta é: Quem teria feito os desenhos? Desenhos esses que estariam na pedra encontrada quase dez anos depois nos Estados Unidos.

Muitos acham que a pedra é falsa, feita por alguém que quer ganhar fama com o caso Roswell. Porém, a pedra intriga por ter uma tecnologia avançada de inscrição, que é superior ao jateamento de areia.

Vários especialistas tentaram recriar a pedra em laboratório, mas não conseguiram chegar ao acabamento perfeito da pedra encontrada no deserto.

Outro ponto interessante é que a pedra possui propriedades eletromagnéticas difíceis de serem falsificadas, sendo diferente das encontradas no deserto.

A primeira hipótese dos especialistas é que havia um imã dentro da pedra, mas estudos de radiografia mostraram que ela é maciça e não há nada em seu interior.

Pedra pode ter ligação paranormal com quem a descobriu

O formato triangular da pedra permite que ela se encaixe perfeitamente na mão, o que pode ter criado uma ligação paranormal com Robert Ridge, o seu descobridor.

Quando uma amostra da pedra foi retirada para a análise, Robert ficou muito perturbado, como se ele tivesse sido torturado.

Pedra pode ser uma chave

Há quem acredite que as inscrições podem revelar algum tipo de data. Mas, para alguns ufólogos, a pedra pode ser uma espécie de chave. Entretanto, não sabem do quê e nem o que ela pode abrir. Seria um portal para outro mundo?

As suposições são muitas e a Pedra de Roswell continua sendo um mistério para ufólogos e pesquisadores de todo o mundo, que não conseguem decifrar sua origem e nem como as imagens foram gravadas com tanta perfeição.

Deixe Um Comentário