Os peixes mais perigosos do mundo

0

De uma forma geral os peixes parecem inofensivos, mas algumas espécies são extremamente perigosas e podem até matar. Seja pelo veneno extremamente tóxico ou por emitem descargas elétricas mortais, esses são considerados os peixes mais perigosos do mundo.

Descubra quais são as espécies de peixe para se manter distância:

1. Baiacu

O baiacu (tetraodontidae) é considerado o animal vertebrado mais venenoso da Terra, por possuir a tetrodotoxina, que é aproximadamente 1.200 vezes mais letal que o cianeto.

Ao se sentirem ameaçados, os baiacus inflam o corpo e podem soltar o veneno, que está armazenado em sua vesícula.

Há, em todo mundo, aproximadamente 120 espécies diferentes de baiacus. Esses peixes vivem em águas oceânicas tropicais e subtropicais.

No Japão, o baiacu é conhecido como “fugu” e é preparado para a alimentação, sendo um prato muito apreciado preparado por chefes especializados que retiram a vesícula do peixe com precisão para não contaminar o restante da carne.

O veneno desse peixe pode matar uma pessoa adulta em menos de uma hora. Por esta razão, ele é considerado um dos peixes mais perigosos do mundo.

2. Arraia elétrica

A arraia elétrica (torpediniformes) é uma espécie de arraia arredondada e salpicada de pintas marrons.

Esses peixes possuem dois órgãos elétricos que ficam localizados entre a cabeça e a nadadeira, que são capazes de produzir um choque de 8 a 220 volts.

O choque é usado tanto para a defesa quanto para a captura de presas e predadores.

O grande perigo da arraia elétrica, é que como elas costumam ficar enterradas na areia, as pessoas podem pisar nelas sem perceber e receber a descarga elétrica, que é intensificada já que a água é condutora de eletricidade.

O choque será ainda maior se a pessoa tocar ambos os lados do peixe simultaneamente.

3. Poraquê

Mais conhecido como peixe elétrico, este peixe chega a medir até dois metros de comprimento. Ele possui em seu corpo mais de 6.000 eletroplacas, que podem emitir um choque de aproximadamente 1500 volts.

O choque é produzido quando o peixe se sente ameaçado e pode matar seres humanos e outros animais por insuficiência cardíaca.

Esta é uma espécie de água doce, típica da Bacia Amazônica, podendo ser encontrada em rios da América do Sul. O poraquê (electrophorus electricus) também é encontrado em grande parte dos mares temperados do mundo.

4. Piranha

A piranha é um peixe de água doce conhecido por sua voracidade. Em sua mordida, a piranha aplica aproximadamente 30 vezes que o peso de seu corpo.

Esses peixes vivem nos rios da América do Sul. No Brasil é comum serem encontrados nos rios da Amazônia e Pantanal.

As piranhas se alimentam de carniça, pequenos peixes, sementes e crustáceo. Mas, se estiverem famintas atacam qualquer espécie.

Como atacam em bando, as piranhas representam riscos aos humanos. Assim, são consideradas uma das espécies de peixes mais perigosos do mundo.

A piranha-preta (serrasalmus rhombeus) ou “piranha de olhos vermelhos” é considerada a maior e mais agressiva da espécie.

5. Peixe-pedra

O peixe-pedra (synanceia verrucosa) recebe esse nome por possuir a capacidade de se camuflar entre as pedras e corais. Ele mede entre 30 e 60 centímetros e possui em sua região dorsal espinhos venenosos.

De acordo com especialistas, a dor mais forte do mundo é causada por esse peixe que vive nas águas rasas do Oceano Pacifico e Índico, sendo bastante encontrado na Austrália.

Por viver em águas rasas, não é raro as pessoas pisarem no peixe-pedra. Quando isso acontece, o animal injeta uma grande quantidade de veneno e o ferimento causado é bastante profundo.

O veneno pode causar paralisia, choques e delírios, podendo matar uma criança em até 15 minutos.

Deixe Um Comentário