Os planetas mais extremos já descobertos

0

Muito além do Sistema Solar, há planetas extemos que já foram descobertos. Seja em relação à temperatura, tamanho, formação ou ainda pelas condições climáticas.

Conheça os planetas mais extremos que já foram identificados no universo.

1. O planeta mais novo

O planeta V830 Tauri b é o mais novo do Universo. Este planeta tem “somente” 2 milhões de anos e ainda está em processo de formação, que se dá a partir da colisão com corpos celestes, como asteroides, por exemplo.

A estrela do V830 possui a mesma massa do Sol, mas o seu raio é o dobro, ou seja, ele ainda está se adaptando para chegar a sua forma final.

O V830 Tauri b está a 427 anos-luz do nosso planeta.

2. O planeta mais velho

Estima-se que o Universo tenha aproximadamente 13,8 bilhões de anos.

Aproximadamente 1,1 bilhão de anos depois da criação do universo, surgiu o primeiro planeta, que foi nomeado de PSR B1620-26 b.

Este planeta é um gigante gasoso, que possui 2,5 vezes a massa de Júpiter. Sua idade estimada é de 12,7 bilhões de anos.

Por existir há muito tempo, os cientistas acham provável que não há na atmosfera elementos como oxigênio e gás carbônico.

O planeta é mais velho também que as duas estrelas que estão em sua orbita, que é uma anã branca e outra de nêutrons.

3. O menor planeta

Sendo um pouco maior que a Lua, o planeta Kepler-37b é o menor que se conhece até a atualidade.

O planeta foi descoberto em 2013 e possui temperatura semelhante a de Mercúrio, pois orbita muito próximo da Kepler-37, que é sua estrela.

O Kepler-37b está localizado a 210 anos luz da Terra.

4. O maior planeta

O DENIS-P J082303.1-491201 b é o maior planeta, já que tem 28,5 vezes a massa do maior planeta do nosso sistema solar, que é Júpiter.

Para se ter noção, o tamanho de Júpiter é cerca de 11 vezes maior que a Terra. Já em relação à massa, caberiam duas mil vezes o planeta Terra dentro dele.

A dimensão do DENIS-P J082303.1-491201 b leva os cientistas acreditarem que ele na verdade se trate de um estrela anã-marrom, que é um corpo celeste de baixa luminosidade que possui a massa maior que de um planeta, mas não tem tanta massa quanto uma estrela.

5. O mais frio

Chamado de Hoth, em homenagem ao planeta gelado da franquia cinematográfica Star Wars, o OGLE-2005-BLG-390Lb é o planeta mais frio já identificado até hoje.

A temperatura do planeta chega a atingir -223 ºC, que é somente 50 graus acima do chamado zero absoluto.

A estrela do Hoth é uma anã-vermelha, que possui as menores temperaturas conhecidas e, isso contribui para a temperatura extremamente baixa.

6. O planeta mais quente

Em nosso Sistema Solar, Mercúrio é um dos planetas mais quente, pois está mais próximo ao sol.

A temperatura de Mercúrio alcança a temperatura média de 430ºC e só não é mais quente que Vênus, onde se regista a temperatura de 461 °C devido ao efeito estufa da atmosfera.

Mas, o planeta mais quente já descoberto é o KELT-9b, que está ao redor da estrela HD 195689, que tem 2,5 vezes a massa do sol e temperatura média de 10000 ºC. Fazendo um comparativo, o sol alcança 5,5 mil °C.

Esta estrela faz com que o planeta KELT-9b alcance a temperatura de 4,3 mil ºC. Esta temperatura é até mesmo superior a de algumas estrelas, que possuem massa menor que o sol.

Devido a alta temperatura, o KELT-9b é um planeta gasoso semelhante a Júpiter, onde as moléculas estão em constante ebulição.

Deixe Um Comentário