As profissões mais perigosas existentes

0

Há profissões que são conhecidas pelo alto número de acidentes, exposição a substâncias perigosas ou por causarem doenças aos trabalhadores. Essas são consideradas as profissões mais perigosas para se trabalhar.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT) cerca de 5 mil trabalhadores morrem durante o trabalho. O setor que apresenta o maior número de acidentes é o da construção civil, devido principalmente a queda de grandes alturas.

A seguir, confira a lista das 8 profissões mais perigosas existentes.

1. Eletricista de helicóptero

Esses eletricistas são responsáveis por fazer a manutenção de linhas de transmissão de alta voltagem que estão localizadas em grandes alturas. Para ter acesso a essas linhas, esses profissionais são transportados em helicópteros.

Para a realização do trabalho, os profissionais usam um macacão especial com um cabo de aço interligado ao helicóptero. O macacão funciona segundo o preceito da gaiola de Faraday, que foi um experimento que comprovou que uma superfície eletrizada possui em seu interior um campo elétrico nulo.

Dessa forma, o eletricista é protegido da alta tensão, pois o potencial elétrico se iguala entre ele e os fios de alta tensão que estão em manutenção.

2. Mineiro

O risco constante de desmoronamento faz com que a profissão de mineiro seja uma das mais perigosas existentes.

O trabalho exaustivo está ligado à exploração de metais, mineirais e pedras preciosas em cavernas subterrâneas.

Mesmo com a evolução tecnológica e a melhora nas condições de trabalho ao longo das décadas, as tragédias marcam a mineração em todo o mundo.

Em 2010, um acidente em uma mina do Chile fez com que 33 mineiros fossem soterrados e resgatados somente 17 dias depois do acidente. Os homens sobreviveram à uma temperatura de cerca de 40 graus com escassez de água e comida.

Hoje em dia, muitos desses trabalhadores sofrem de problemas respiratórios por conta das condições adversas.

3. Agente penitenciário

A função dos agentes penitenciários é vigiar e manter a ordem dentro dos presídios.

Esses profissionais vivem sob o risco constante de uma rebelião e fuga organizadas por criminosos perigosos.

Não é a toa que esta profissão é considerada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) como a segunda mais perigosa do mundo.

4. Removedor de Minas

Entre os anos de 1996 e 2001, mais de 500 mortes ocorreram com profissionais desse ramo.

Os removedores de minas desativam manualmente as minas. Qualquer desatenção pode fazer tudo explodir.

Ainda que a tecnologia e robótica estejam avançadas, aproximadamente 80% das minas conseguem ser desarmadas com sucesso. Enquanto que quando desarmadas manualmente a taxa de sucesso é de mais de 99%.

5. Operadores de plataformas de gás e petróleo

Trabalhadores que trabalham seja na capitação ou refinação de gás e petróleo é um risco eminente devido a grande quantidade de combustíveis inflamáveis que podem causas grandes explosões.

Acidentes da exploração de petróleo além de levar a morte os profissionais que estejam trabalhando na plataforma, também causam danos irreparáveis ao meio ambiente.

O perigo vem não somente da extração e refinação de petróleo, mas também da flutuação da estrutura e vazamento de gás.

6. Madeireiro

Os madeireiros arriscam a vida no corte de árvores, sendo muitas delas gigantescas.

Os acidentes de trabalho com esses profissionais são frequentes, em grande parte pelo uso inadequado do equipamento.

Em 2013, somente nos Estados Unidos houve o registro de mais de 4.000 mortes de madeireiros. Por esta razão, a função de madeireiro é uma das profissões mais perigosas do mundo.

7. Técnico de equipamento nuclear

Esta é considerada uma das profissões mais perigosas devido ao risco constante do contato com elementos radioativos.

Além disso, em caso de ocorrer um acidente radioativo, esses profissionais serão os primeiros afetados.

A exposição constante a materiais radioativos pode provocar diversas doenças, como esterilidade, cegueira e câncer, além de mutações nas futuras gerações dos atingidos.

Deixe Um Comentário