Os vulcões mais perigosos do mundo

0

Os vulcões em atividade representam grande perigo, pois podem entrar em erupção a qualquer momento. Sabendo disso, a partir da década de 1980, as mortes relacionadas às erupções vulcânicas diminuíram bastante.

Isso se deve, a maior preparação e investimentos em estudos para minimizar os riscos e fazer com que haja tempo de reação em caso de uma erupção.

Contudo, há em diversas partes do mundo, vulcões ativos que podem explodir a qualquer momento e assim representam uma ameaça para as pessoas que habitam na região.

Confira a seguir os vulcões mais perigosos do mundo:

1. Vesúvio – Itália

Em 79 d.C, a erupção do vulcão Vesúvio destruiu as cidades de Herculano e Pompéia.

O vulcão está localizado no centro da cidade de Nápoles e representa um perigo para os mais de 3 milhões de habitantes que lá vivem.

As erupções do vulcão são identificadas por uma grande coluna de cinzas e gás que se expande para a estratosfera alcançando alturas superiores as de aviões comerciais.

A última erupção do vulcão foi em 1944 e a qualquer sinal de atividade a população de Nápoles já fica em alerta.

2. Nyiragongo – República Democrática do Congo

O Nyiragongo entrou em erupção diversas vezes ao longo das últimas décadas.

As erupções do vulcão não são explosivas, o diferencial deste vulcão é a produção de uma lava extremamente perigosa que rapidamente inunda as áreas próximas, o que faz com que a população tenha que evacuar o local rapidamente.

Em 2002, a lava que desceu do vulcão chegou à cidade de Goma e submergiu partes do local com cerca de 2 metros de lava. A sorte foi que mais de 300.000 pessoas foram evacuadas a tempo, o que possibilitou que se evitasse milhares de mortes.

3. Sakurajima – Japão

Localizado na província de Kagoshima , o Sakurajima antigamente era uma ilha e, atualmente, está ligado à Kyūshū, que é a maior ilha do arquipélago.

O fluxo intenso de lava da erupção de 1914 ocasionou a ligação da ilha em que o vulcão estava isolado à Península de Osumi.

O Sakurajima continua a ter atividade vulcânica, sendo que as pequenas explosões ocorridas despejam grandes quantidades de cinza nos arredores do cume.

O monitoramento do vulcão permite que se faça previsões de grandes erupções. Este cuidado é necessário pois o Sakurajima está localizado em uma área próxima à cidade de Kagoshima, que é densamente povoada.

4. Popocatepetl – México

Mais conhecido como “Popo” pelos habitantes locais, este vulcão está localizado a apenas 70 quilômetros a sudoeste da Cidade do México, que possui um população de 20 milhões de pessoas.

A última atividade do vulcão foi em 2016. Contudo, nos últimos tempos, as erupções do vulcão se consistiram na emissão de uma densa nuvem de cinzas.

Esta nuvem, no entanto, pode cobrir as montanhas e ao entrar em contato com a água forma uma mistura densa e perigosa de barro.

5. Krakatoa – Indonésia

Em 1886 uma erupção do Krakatoa matou mais de 36.000 pessoas por conta de um tsunami provocado pelas atividades vulcânicas. A energia liberada pelo vulcão foi superior a 13.000 bombas atômicas de Hiroshima.

Esta erupção destruiu a ilha vulcânica. Entretanto, nos 50 anos que se seguiram, uma nova ilha se formou no local. A nova ilha é chamada de Anak Krakatau (Filho de Krakatoa).

Desde 2007, foram observados inícios de novas atividades vulcânicas no local. A mais recente é de março de 2017.

6. Yellowstone Caldera – Estados Unidos

O Yellowstone Caldera está localizado no Parque Nacional de Yellowstone, em Wyoming, nos Estados Unidos. Diferente dos demais vulcões, que possuem prominência em uma ilha ou montanha, este é uma caldeira vulcânica.

A última atividade vulcânica da caldeira, que é considerada um super vulcão, foi há muito tempo. Mas, a população próxima teme uma possível erupção, pois poderia persistir por meses e até anos, tendo efeito catastrófico para o planeta, pois demoraria décadas para se normalizar.

Caso o vulcão entre em erupção, haverá a extinção em massa de diversas espécies de animais e plantas.

7. Mauna Loa (Havaí)

O Mauna Loa está situado no Havaí, que pertence ao arquipélago do Havaí, nos Estados Unidos. Em volume, este é o maior vulcão da Terra.

O Mauna Loa possui 4169m de altitude e 90 quilômetros de extensão. De acordo com os registros, o vulcão entrou em erupção 33 vezes. As atividades vulcânicas de 1926 e 1959 devastaram várias aldeias.

O vulcão é monitorado constantemente devido ao perigo que representa à população, em especial devido à grande quantidade de magma, que pode ser lançado em grandes alturas.

A última atividade do Mauna Loa foi em 1984.

Deixe Um Comentário