6 insetos perigosos para manter distância

0

Ainda que os insetos causem medo ou repugnância na maioria das pessoas, eles são importantíssimos para o equilíbrio natural. Isso inclui também os insetos perigosos.

Contudo, há espécies que transmitem doenças gravíssimas ou que são extremamente venenosas, podendo causar mais mortes que animais selvagens.

Confira uma lista com 6 insetos perigosos para se manter distância:

1. Formiga Dorylus

Esta espécie de formiga também é conhecida como “formiga motorista” e é considerada perigosa por ter a maior colônia, quando comparada a qualquer outra espécie de inseto.

Cada colônia possui ao menos 22 milhões de membros e é capaz de matar qualquer animal.

Não é à toa que até mesmo elefantes têm medo das formigas Dorylus.

2. Abelha africana

As abelhas africanas estão presentes em todo o mundo. Elas são produtoras expressivas de própolis e mel. Contudo, também são conhecidas por sua agressividade.

Essa espécie é capaz de perseguir sua vítima por mais de 1 quilômetro. O veneno delas causa dor, febre e inchaço.

As pessoas alérgicas a esses insetos podem morrer de choque anafilático caso não recebam socorro rápido.

3. Mosca Tsé-Tsé

Também conhecida como “mosca do sono”, esta espécie vive somente na África.

Elas transmitem o Trypanosoma brucei, que causa a doença do sono, que possui como sintomas febres, tremores, crises epiléticas, problemas cardíacos, sonolência excessiva e etc.

A morte ocorre, geralmente, cerca de seis meses após a contaminação.

4. Barbeiro

O Barbeiro é o inseto causador da Doença de Chagas. Este inseto, que se assemelha a um besouro, é contaminado com o Trypanosoma cruzi ao se alimentar do sangue de outros animais contaminados.

Esses insetos perigosos são hematófagos e possuem hábitos noturnos. O corpo é preto, redondo e achatado e ele se alimenta de sangue de animais, incluindo os seres humanos.

Eles costumam viver em habitações, principalmente em casas de pau a pique, que possuem muitas frestas onde eles podem se esconder.

O Barbeiro é encontrado em países da América do Sul, como Brasil, Argentina, Uruguai, Peru, Chile e Bolívia.

Ao ser infectado, o paciente passa a ter problemas cardíacos que causam alargamento dos ventrículos.

5. Aedes aegypti

Este mosquito é o causador de diversas doenças, como dengue, malária, febre amarela, zika, chikungunya e vírus do oeste do Nilo.

Este mosquito é menor que os mosquitos comuns e se caracteriza por ser preto com listras brancas na cabeça, tronco e pernas.

Em média, cada mosquito vive cerca de 30 dias. As fêmeas colocam ovos em poças de água parada.

Por isso, é necessário o cuidado com locais que podem acumular água, como pneus, calhas, garrafas, latas, caixas d’água descobertas, comedouro de animais e etc.

O Aedes aegypti é tido pela a Organização Mundial de Saúde (OMS) como o mosquito mais perigoso e também o animal que mais causa mortes no planeta.

Por ano, mais de 1 milhão de pessoas morrem somente de malária.

6. Vespa japonesa gigante

Esta é a maior vespa do mundo e pode crescer até chegar a 2 polegadas de tamanho.

O veneno deste inseto causa reação alérgica e pode dissolver os tecidos dentro de pouco tempo.

A picada de um bando de vespas, de forma repetida, também pode causar a morte.

Anualmente, cerca de 40 mortes são registradas todos os anos por conta desse inseto.

Deixe Um Comentário