8 brincadeiras que as crianças de hoje não conhecem

0

As brincadeiras são uma constituição social que ajuda no desenvolvimento infantil e que são passadas de geração em geração.

Contudo, por conta da tecnologia, não é raro que as crianças de hoje prefiram jogos no computador, tablet ou smartphone.

Veja algumas brincadeiras que as crianças deixaram de brincar:

1. Amarelinha

Por muito tempo, a amarelinha foi uma das brincadeiras favoritas das crianças

Nessa brincadeira, que era muito comum nas ruas e escolas, dez quadrados numerados são desenhados no chão.

Cada criança joga uma pedrinha em um dos quadrados. A casa em que a pedra caia não pode ser pisada e também não se pode pisar nas linhas.

Também pode se desenhar um circuito com a palavra “Céu” para representar a chegada.

2. O mestre mandou

O mestre mandou: Nessa brincadeira o mestre dá as ordens e o último a concluir paga um castigo

O mestre mandou é uma brincadeira em que um adulto ou outra criança dá ordens para um outro grupo de crianças.

As ordens sempre começam com “O mestre mandou…”.

Quem não conseguir realizar a ordem ou ficar por último tem que pagar um castigo.

3. Passa-anel

Passa-anel era uma brincadeira muito comum nas escolas

Esta brincadeira era muito comum em escolas. Uma fila de crianças é feita e elas esticam a mão em formato de concha.

Um outro participante que detém o anel vai passando entre os participantes fazendo a menção de deixar cair o anel.

Um outro participante é escolhido para adivinhar com quem realmente o anel está.

Caso se descubra quem está com o anel, o participante que passou o objeto sai da brincadeira.

4. Pique-esconde

Pique-esconde: para muitos esta era uma das brincadeiras mais divertidas

Nessa brincadeira. Uma criança começa a contar enquanto as outras se escondem.

Após a contagem, a criança que estava contando vai atrás das escondidas.

O objetivo das crianças escondidas é “bater” no local em que a outra criança estava contando sem ser vista por ela.

5. Estátua

Na brincadeira de estátua perde quem se mexer antes da hora

É uma espécie de estátua viva. Geralmente, coloca-se uma música em que todos dançam. Quando o líder da brincadeira grita “ESTÁTUA” todos devem se manter parados pelo máximo de tempo possível.

Enquanto isso, quem está conduzindo a brincadeira tenta fazer as crianças rirem e saírem do lugar. Quem permanecer em posição de estátua por mais tempo ganha.

6. Telefone sem fio

Telefone sem fio: uma brincadeira divertida que rendia boas risadas

Esta era uma brincadeira muito divertida. As crianças se arrumam em fileira ou em círculo. O primeiro participante inventa uma mensagem que deve ser passada por todos cochichando no ouvido.

O último a receber a mensagem precisa falar em voz alta o que ouviu e o primeiro vai ter que dizer se foi isso mesmo que falou.

7. Dança das cadeiras

A dança das cadeiras era uma das brincadeiras mais comum nas festas

Nessa brincadeira se coloca uma quantidade de cadeiras menor do que o número de crianças.

Uma música é tocada enquanto as crianças andam ao redor das cadeiras.

Quando a música para, todos devem procurar onde sentar. Aquele que ficar de pé é eliminado.

Infelizmente, esta é mais uma das brincadeiras que se perdeu na geração dos smartphones e que rendia boas risadas.

8. Stop

Stop: uma brincadeira que era bastante comum no intervalo da escola

Nesta brincadeira, as crianças escrevem em um papel categorias como: nome próprio, fruta, cidade, país, etc.

Uma letra é sorteada e é preciso encontrar nomes para preencher essas categorias. Aquele que acabar primeiro fala STOP e todos devem parar e conferir o que escreveram.

Cada resposta correta vale uma pontuação, que no final de várias etapas é somada para revelar o vencedor do jogo.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criado para Informar, entreter e divertir os leitores, o Mundo Intrigante oferece conteúdo editorial de grande valor cultural e curiosidades diversas.

Deixe Um Comentário