8 personagens lendários do folclore brasileiro

0

O folclore brasileiro é rico em lendas, que são transmitidas por gerações. É comum que as lendas funcionem de forma moralizadora, em especial no que diz respeito à proteção das florestas.

Conheça alguns dos personagens lendários do folclore brasileiro:

1. Curupira

O curupira seria uma entidade de cabelo vermelho que é protetor das florestas.

Ele tem os pés virados para trás e é conhecido por causa do seu assobio e pelas pegadas que deixa com os pés virados para trás.

Essas pegadas enganam quem quer explorar e destruir os recursos naturais.

2. Saci-pererê

A lenda do saci-pererê é uma das mais conhecidas do folclore brasileiro.

O saci é um menino negro que possui uma perna só. Ele fuma um cachimbo e usa um short e chapéu vermelho.

Ele tem poderes mágicos e é muito zombeteiro. O saci surge inesperadamente como um redemoinho e gosta de pregar peças nas pessoas.

3. Mula sem cabeça

A mula sem cabeça é uma entidade do folclore brasileiro que se manifesta quando uma mulher namora um padre.

Se transformar em uma mula sem cabeça seria uma espécie de maldição por se relacionar com um sacerdote.

No lugar da cabeça, a mula tem uma labareda de fogo. A versão da lenda varia de acordo com a região do país.

4. Lobisomem

A lenda do lobisomem é uma das mais famosas do nosso folclore.

Existem diversas versões de como ocorreria a transformação do monstro. Há quem diga que após a mulher ter sete filhas mulheres, o oitavo, caso seja homem, seria lobisomem.

A transformação do lobisomem ocorre em noite de lua cheia. Alguns juram ouvir os uivos da fera ou até mesmo já tê-la visto.

5. Boitatá

Boitatá em tupi-guarani significa cobra de fogo.

No nosso folclore, o Boitatá é uma grande serpente de fogo que protege as florestas contra os caçadores e exploradores.

A narrativa da lenda já sofreu diversas modificações ao longo do tempo e também varia de acordo com a região do Brasil.

6. Boto

Esta lenda é originária da região amazônica. Durante o período de festas, o boto saia dos rios da Amazônia sob a forma de um homem muito bonito.

O boto ia para a festa vestido todo de branco e com um chapéu que esconderia a grande narina do animal que ficava na cabeça após a transformação.

O boto escolhia moças bonitas e desacompanhadas e as levava para o fundo dos rios para acasalar.

Na cultura amazônica, a lenda é uma forma de justificar a gravidez de um pai desconhecido.

7. Iara

Também conhecida como Uiara, esta lenda também tem origem tupi.

Iara quer dizer “senhora das águas” e é representada por uma bela sereia que atrai os pescadores com seu belo canto.

Antes de ser sereia, Iara era uma índia que despertava muita inveja, incluindo dos irmãos. Tanto, que eles armaram para matá-la.

Mas, Iara matou seus irmãos e como punição foi aprisionada nos rios da Amazônia e desde então atrai os homens para a morte.

8. Cuca

A Cuca é o personagem folclórico que as mães recorrem quando as crianças não querem dormir. Por isso a cantiga de ninar diz: “Nana, neném, que a Cuca vem pegar”.

Esta lenda é de origem portuguesa e fala de uma velha bruxa malvada com cara de jacaré.

Muitas vezes a bruxa também é associada com o bicho papão.

Deixe Um Comentário