10 animais em extinção no Brasil

0

Há mais de mil espécies de animais em extinção listadas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e Ministério do Meio Ambiente.

As principais causas da ameaça às espécies selvagens são principalmente a caça ilegal, queimadas, desmatamentos e poluição das áreas em que esses animais vivem.

Confira 10 animais em extinção no Brasil:

1. Arara-azul

A arara-azul vive nos biomas da Floresta Amazônica e no Pantanal.

Por conta de sua plumagem, é uma ave bastante cobiçada por caçadores. O desmatamento de habitats naturais também contribui para a ameaça de extinção da espécie.

2. Ariranha

A ariranha também é conhecida como lontra gigante e onça d’água. É um mamífero que vive no Pantanal e na bacia do Rio Amazonas.

Este animal está ameaçado de extinção por causa da caça ilegal, pesca predatória e também por conta da contaminação dos rios por mercúrio.

3. Lobo-guará

O lobo-guará vive em savanas do Brasil, Paraguai, Argentina e Bolívia, sendo um animal típico do cerrado.

É o maior canídeo da América do Sul, podendo medir até 90 cm de altura e pesar entre 20 e 30 quilos.

Estima-se que em todo mundo há apenas cerca de 23 mil animais na natureza. O desmatamento é um dos principais motivos para a ameaça de extinção dessa espécie.

O lobo-guará pode ser visto com certa frequência em zoológicos.

4. Mico-leão-dourado

Nativo da Mata Atlântica, o mico-leão-dourado é encontrado, atualmente, na Reserva Biológica Poço das Antas e na Reserva Biológica União.

Nas últimas décadas, este primata foi quase totalmente extinto. A espécie sofre por ser alvo do tráfico de animais e desmatamento.

5. Tamanduá-bandeira

O tamanduá-bandeira é um mamífero encontrado na América Central e na América do Sul, tendo como habitat ambientes como florestas e savanas.

No Brasil, esta espécie vive na Amazônia, no Cerrado, Pantanal e na Mata Atlântica. Este animal sofre com queimadas nas regiões em que vive e também com o desmatamento para a criação de gado.

6. Onça-pintada

Também chamada de jaguar a onça-pintada é um felino encontrado nas Américas.

O animal ocupa o terceiro lugar entre os maiores felinos do mundo, ficando atrás somente do leão e do tigre.

Este animal é encontrado em quase todo o Brasil. No Pampa, entretanto, ela já está quase extinta.

A destruição do habitat natural e o grande valor comercial da pele são os principais motivos que colocam este felino na lista dos animais em extinção.

7. Macaco-aranha

Também chamado de coatá, o macaco-aranha é um primata que vivem nas florestas da Amazônia e da América Central.

Todas as espécies do macaco-aranha estão em algum grau de extinção por conta do desmatamento das áreas em que vivem e da caça predatória.

8. Cervo-do-pantanal

O cervo-do-pantanal habita as várzeas e margens dos rios centrais da América do Sul, desde o sul do Rio Amazonas até o norte da Argentina.

Atualmente, no Brasil, essa espécie é vista em maior número no Pantanal. A construção das hidrelétricas, a caça ilegal e o desmatamento são os principais fatores que ameaçam as populações dessa espécie.

9. Gato-maracajá

Trata-se de um felino nativo da América do Sul e Central. A principal característica desse animal é ter a cauda mais longa que os membros posteriores.

A pelagem amarelo-escura possui manchas, que fazem com que ele se assemelhe a onça pintada.

No Brasil, o gato-maracajá vive na Mata Atlântica, Amazônia, Cerrado, Pantanal e Pampa.

A espécie é ameaçada tanto pelo desmatamento quanto pela venda de sua pele, que é bastante valorizada em mercados ilegais.

10. Ararajuba

Também chamada de guaruba, trata-se de uma ave endêmica do Brasil e fortemente ameaçada de extinção.

Especialistas estimam que a população total de ararajuba não passa de três mil e está diminuindo cada vez mais, por conta da caça ilegal e destruição das florestas.

Share.

Leave A Reply