Saiba quais são as causas e o tratamento para anemia

0

A anemia é uma condição de saúde em que a pessoa apresenta valores abaixo de hemoglobina ou hemácias.

Esta condição nem sempre é a doença principal, mas sim um sintoma de outro problema de saúde que pode ser desencadeado por deficiência de alguns nutrientes, como o ferro, ou ainda por perda de sangue, neoplasias e infecções.

A pessoa anêmica pode apresentar sintomas como cansaço, falta de ar, palpitação, tontura, palidez, dor de cabeça, vertigem, queda de pressão, irritabilidade e fraqueza.

O diagnóstico da anemia é feito a partir de exame de sangue. Assim, se você tem algum desses sintomas, é imprescindível buscar o médico para obter o diagnóstico correto e iniciar o tratamento adequado.

Entretanto, vale ressaltar que o tratamento vai depender do tipo de anemia e pelo quê ela a doença está sendo causada. A seguir, conheça mais os tipos de anemia:

Anemia Ferropriva: a falta de ferro

A insuficiência de ferro no organismo é a causa da anemia ferropriva. Ela também pode ocorrer por conta de hemorragias, perda de muito sangue no período menstrual ou ainda como consequência de doenças causadas por vermes e demais parasitas intestinais.

Contudo, o mais comum é que a anemia ferropriva ocorra em decorrência da deficiência de ferro. As pessoas com esse tipo de anemia apresentam palidez na pele e nas mucosas.

Como é feito o tratamento

O tratamento depende do grau da anemia. Recomenda-se ao paciente comer alimentos ricos em ferro, como hortaliças de cor verde escura (couve, espinafre, rúcula, etc.), carnes, leguminosas como feijão, ervilha e lentilha e entre outros. Recomenda-se também alimentos com componentes ricos em vitamina C, pois melhoram a absorção do ferro.

É possível que haja também a reposição do ferro a partir de suplementos. Em casos mais graves, indica-se a transfusão de sangue.

Mas, se a anemia ferropriva for causada por vermes e parasitas, é necessário eliminá-los antes de iniciar o tratamento.

Anemia falciforme

Este tipo de anemia ocorre por conta de uma produção anormal de uma moléculas de hemoglobina S.

A hemoglobina S forma hemácias mais alongadas que lembram o formato de uma foice. A forma anormal faz com que essas hemácias bloqueiem os vasos sanguíneos e impeçam a oxigenação adequada.

Como sintoma desse tipo de anemia há dores no corpo, em especial nas articulações e ossos, inchaço nos pés e mãos e feridas na pele.

Esta é uma doença crônica e o tratamento se estende por toda vida, incluindo o uso de medicamentos para prevenção da dor e transfusão de sangue. Em casos mais graves um transplante de medula óssea faz-se necessário.

Talassemia

A Talassemia é um tipo de anemia passada de forma hereditária. Trata-se de um defeito genético na síntese e uma ou mais cadeias polipeptídicas que formam a hemoglobina.

Quando a talassemia é leve geralmente não há nenhum sintoma. Já a moderada pode ocasionar fraqueza, falta de ar, fadiga, pele e mucosas amareladas (icterícia), insuficiência cardíaca, e aumento do fígado e baço.

A talassemia é classificada segundo a cadeia afetada e é comum que seja do tipo alfa e beta.

Além disso, o tratamento depende de cada casos. Nos mais graves recomenda-se transfusões de sangue.

Anemia megaloblástica

Este tipo de anemia ocorre por conta da deficiência de ácido fólico ou vitamina B12. É comum em pessoas que têm uma dieta pobre em proteína. Os sintomas são perda de apetite, fraqueza, dores abdominais e cansaço.

Ademais, o tratamento é feito com a suplementação de ácido fólico e vitamina B12.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criado para Informar, entreter e divertir os leitores, o Mundo Intrigante oferece conteúdo editorial de grande valor cultural e curiosidades diversas.

Deixe Um Comentário