Drones: Conheça suas diversas aplicações

0

Atualmente, o mundo vive a era dos drones. Essas pequenas aeronaves passaram a fazer parte do nosso cotidiano e são usadas para uma grande variedade de atividades, como o mapeamento e monitoramento.

Por conta de sua versatilidade, os drones estão cada vez mais sendo usados para fins profissionais. Isso porque, com o uso de sistemas próprios a ferramenta é potencializada, podendo ser utilizada também na construção civil.

No Brasil, esses equipamentos chegaram em 2013. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em 2018 haviam 34.000 equipamentos registrados no país de acordo com as normas de regulamentação.

Entretanto, a quantidade de drones registrados deve ultrapassar 100.000, incluindo os de uso recreativo e profissional. A perspectiva é que haja um aumento considerável no número de equipamentos por conta do barateamento da tecnologia, que certamente vai popularizar o uso.

As aplicações possíveis para os drones

De acordo com Emerson Granemann, diretor do DroneShow, cerca de 40% dos drones em uso no Brasil são usados como tecnologia de apoio à agricultura.

Emerson Granemann

Nessa área, eles podem fazer fotos, coletar dados em 3D e detectar falhas e problemas nas plantações.

Em caso de pragas de plantações, o drone ajuda a localizar o problema para que o agrotóxico seja aplicado somente no local que precisa.

Para o entretenimento e recreação, a perspectiva é que o uso do equipamento cresça e ele passe a ser usado como um acessório de celular para fazer fotos e vídeos. Já até existem drones pequenos que fazem isso.

Empresas estudam usar drones para entregas

A tendência para o futuro é que o equipamento faça parte do cotidiano das pessoas. A Amazon é uma das empresas que estão investido nos drones de entrega, que é uma tecnologia que atua na otimização de entrega de produtos. A empresa espera diminuir o tempo de espera dos clientes para até 30 minutos.

Os drones para entrega já seria algo possível. Contudo, é preciso que se supere regras e desafios. Para isso, a Amazon teria que conseguir liberação do espaço aéreo para operar um drone sem piloto. Entretanto, isso ainda não é permitido por conta do  grande controle do espaço aéreo dos Estados Unidos devido a preocupação com a segurança e o terrorismo.

O serviço de entrega por drones começou a ser testado pela Amazon em 2016. O Prime Air conseguiria transportar encomendas de até 2,27 kg. Contudo, outra dificuldade, além da liberação do espaço aéreo é que o drone não foi desenvolvido para enfrentar condições climáticas como a chuva e a neve.

O equipamento, portanto, tem a tecnologia “sentir e desviar”, que consegue evitar contato com outros objetos, seja no ar ou no chão. A Amazônia chegou a declarar que no futuro ver drones do Prime Air será tão comum quanto os caminhões de entrega na estrada.

No entanto, a Amazon não é a única empresa a investir na tecnologia de drones para entrega. A Uber estuda a criação de um serviço de entrega de comida em San Diego, na Califórnia. Se der certo, o serviço vai diminuir o tempo de espera do consumidor para somente cinco minutos.A Apple também estuda o uso de drones para otimizar as imagens de seus mapas.

Brasil também pretende usar as pequenas aeronaves para a entregas

No Brasil, a startup SMX System pretende testar a entrega de medicamentos no interior do país em áreas rurais. Em 2018, foi realizado um teste com sucesso em parceria com a Prefeitura Municipal de Rifaina, no Estado de São Paulo.

Essa ideia surgiu nos EUA quando o fundador da empresa, Samuel Salomão, trabalhava em uma empresa de telemedicina e promete beneficiar pessoas que vivem em uma área remota a partir de um atendimento médico de longa distância.

O que são drones?

Drones são veículos aéreos não tripulados que são operados de maneira remota através de um controlador.

Para que servem os drones?

Além de serem muito práticos para a realização de entregas em curtas distâncias, os drones podem ser utilizados em diversas áreas como na construção civil, com uma câmera acoplada para fazer captura de imagens e na agricultura, fazendo irrigação e identificando problemas em plantações. Os drones também podem ser utilizados em operações militares.

Quanto custa um drone?

Drones profissionais custam a partir de R$ 5 mil, mas podem ultrapassar os R$ 15 mil dependendo de suas funcionalidades e autonomia de voo.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criado para Informar, entreter e divertir os leitores, o Mundo Intrigante oferece conteúdo editorial de grande valor cultural e curiosidades diversas.

Deixe Um Comentário