Um fóssil de T-Rex (Tyrannosaurus Rex) considerado um dos mais completos do mundo foi a leilão na última terça-feira (6) e arrematado pelo valor de US$ 31,8 milhões (o equivalente a R$ 178,5 milhões). A identidade do comprador não foi divulgada.

A venda foi organizada pela Casa de Leilões Christie’s, em Nova Iorque. O valor foi quatro vezes mais alto do que o obtido por outro dinossauro que esteve à venda.

Em 1997, o T-Rex Sue foi vendido por US$ 8,4 milhões. O comprador foi o Museu Field de História Natural, localizado na cidade de Chicago, Illinois.

O lance inicial proposto foi de US$ 6 milhões. Assim, o valor da venda final surpreendeu e comprovou o fascínio das pessoas pelos dinossauros e o período que viveram.

O fóssil do T-Rex (Tyrannosaurus Rex) Stan foi leiloado por US$ 31,8 milhões

Sobre o fóssil de T-Rex leiloado

O dinossauro leiloado foi batizado de Stan em homenagem ao paleontólogo que descobriu os fósseis. Trata-se de um animal com 4 metros de altura e 12 de comprimento. Segundo os especialistas, quando vivo o T-Rex pesava de sete a oito toneladas.

Stan teria vivido a cerca de 67 milhões de anos e sua ossada foi descoberta em 1987 próximo de Buffalo, em Dakota do Sul.

Os paleontólogos que atuam no Instituto de Pesquisa Geológica em Black Hills, também em Dakota do Sul, dedicaram um longo tempo para desenterrar o fóssil e fazer a reconstrução do esqueleto, que possui 188 ossos. Segundo as análises, Stan morreu com cerca de 20 anos.

Paleontólogos estimaram que Stan morreu com cerca de 20 anos

A partir da reconstituição, Stan foi usado em moldes que foram mandados para vários museus ao redor de mundo.

Desde 1902 apenas aproximadamente 50 fósseis de T-Rex foram encontrados ao redor do mundo. Por isso, eles são considerados extremamente raros e valiosos. 

É juridicamente legal vender o fóssil quando o mesmo for descoberto em um terreno privado. Este foi o caso do Stan.