Kanamara Matsuri: O Festival do Pênis

0

O Kanamara Matsuri é um festival japonês realizado na cidade de Kawasaki, província de Kanagawa.

Também chamado de Festival do Falo de Aço e de Festival da Fertilidade, trata-se de um evento xintoísta (relacionado à espiritualidade do Japão) celebrado anualmente na primavera boreal japonesa.

O principal tema do evento é a veneração ao órgão sexual masculino, que está presente em todos os detalhes da comemoração. Ainda que para os ocidentais o festival pareça algo pervertido, os japoneses encaram a celebração como algo religioso e isento de qualquer tipo de vulgaridade. Os fundos arrecadados para o evento são destinados à pesquisa contra a AIDS.

Há até mesmo uma peregrinação com um pênis gigante e um mikoshi, que é uma espécie de um esplendor, também chamado de santuário xintoísta portátil. O mikoshi é uma espécie de veículo usado para fazer o transporte de uma divindade.

Nos moldes como conhecido hoje, o festival é realizado há mais de 40 anos, tendo como símbolo os órgãos sexuais masculino e feminino. Mas, principalmente o masculino.

A origem do festival

Pode parecer uma invenção mais atual, mas o Kanamara Matsuri tem uma origem bem mais antiga. Há relatos desse tipo de comemoração na história oriental desde o período EDO (1603 – 1868).

Nesse tempo, o festival era uma homenagem a Kanamara, o deus dos ferreiros. Em uma antiga lenda oriental, Kanamara era o patrono do pênis de ferro.

A veneração a Kanamara tomou força quando o bairro em que o templo de Kanayama se situava se transformou em uma área de prostituição, com inúmeros bordéis.

As prostitutas visitavam o Santuário para pedir proteção contra doenças venéreas. Dessa forma, o símbolo fálico também passou a ser usado como forma de pedir saúde, fertilidade, prosperidade nos negócios, harmonia entre o casal e entre outras graças.

Durante o período Edo, as cortesãs desfilavam durante o festival. Hoje elas são como uma tradição às raízes do evento.

A lenda do festival

Há uma lenda oriental que diz que uma jovem era amaldiçoada por demônios e, por isso, não conseguia se casar.

Esses demônios se manifestavam na vagina dessa moça e castrava seus parceiros.

Atormentada, ela procurou a ajuda de um monge para criar um pênis de ferro.

Ao usá-lo, o pênis de ferro quebrou os dentes do demônio e libertou a jovem da maldição.

Por conta dessa lenda, o falo de aço passou a ser sagrado para os japoneses.

Tanto que até hoje muitas mulheres carregam esculturas de pênis de todas as cores, formatos e materiais até o templo sagrado do pênis. Os pedidos são diversos, mas os mais comuns são para saúde e fertilidade.

O festival nos dias de hoje

Atualmente, o Kanamara Matsuri ficou popular por conta de sua divulgação na internet e, todos os anos, recebe muitos turistas estrangeiros atraídos pela bizarrice do evento.

O festival ainda é realizado no templo Kanayama, próximo a Tóquio e continua sendo uma celebração da fertilidade. Ele ocorre no primeiro domingo de abril.

Durante o evento, há diversas atividades que possuem como foco principal o pênis e até mesmo barraquinhas que vendem lembrancinhas e comidas em formato do órgão sexual masculino.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criado para Informar, entreter e divertir os leitores, o Mundo Intrigante oferece conteúdo editorial de grande valor cultural e curiosidades diversas.

Deixe Um Comentário