Maras Moray: Uma impressionante construção Inca

0

O Maras Moray dos Incas (também chamado de Muray) é um dos pontos turísticos mais visitados do Peru.

O sítio arqueológico integra o Vale Sagrado dos Incas e está localizado a aproximadamente 3.500 metros acima do nível do mar. O sítio arqueológico está a cerca de 7 quilômetros da cidade de Marras, no Vale Sagrado dos Incas e a 38 km de Cusco.

A palavra Moray está relacionada com a cultura do milho, que é chamada de “Aymoray”. O nome pode ter origem de Moraya que quer dizer “batata desidratada ou uma referência ao mês de maio, que é chamado da mesma forma.

O Moray é formado por diversas depressões circulares gigantescas. As formações se assemelham a um anfiteatro. Este tipo de construção é única no mundo.

Muitos consideram as depressões circulares como uma das construções mais impressionantes feitas pelos Incas.

O motivo de construção do Moray.

Os círculos do Moray foram construídos para ser uma inteligente estrutura agrícola dotada de canais para irrigação. Pesquisadores acreditam que nos círculos foram feitos diversos experimentos de agricultura.

Isso era possível, pois em cada círculo ocorre um microclima, com variação de temperatura de até 1 grau. Assim, a temperatura possui diferenças notáveis da base ao topo, sendo que no centro é mais quente e a temperatura fica em torno de 20ºC. Já nos terraços, as temperaturas ficam em aproximadamente 15ºC.

A variação de temperatura ocorre por conta da orientação do círculo em relação ao sol e como o vento incidi, o que faz com que haja mudanças de acordo com a altura.

Os estudiosos da cultura Inca acreditam que os experimentos relacionados à agricultura eram realizados de acordo com as condições climáticas e estações do ano.

Há quem acredite que o local foi projetado para o desenvolvimento da cultura de coca, que era parte importante da agricultura local e ainda continua sendo bastante cultivada até hoje.

Há, entretanto, outras especulações acerca do uso da construção. Há quem acredite que o local também foi usado como um centro de devoção ou ainda que realmente serviu como anfiteatro, onde foi palco para lutas e jogos.

Por estar a uma grande altitude pode ser bastante desgastante para o viajante caminhar até o centro do Moray, ainda mais se não estiver totalmente adaptado ao clima e às condições de altitude.

As lendas em torno do Moray

Durante o mês de outubro é celebrado o “Moray Raymi” (Festa do Sol), onde centenas de pessoas se reúnem em um festival com danças e festejos para a gradecer pela colheita e pedir fartura para os deuses da cultura Inca.

Os círculos também são visitados por devotos de cultos andinos que deixam no centro dos círculos oferendas aos deuses.

Como chegar ao Moray

Para chegar ao Maras Moray é necessário pegar um transporte até o sítio arqueológico e adquirir um ingresso para entrar na ruína. As visitas ocorrem das 7 da manha às 5 da tarde e há tours organizados pelo Vale Sagrado dos Incas. Para a preservação do sítio, o acesso ao local é controlado e restrito.

Deixe Um Comentário