As misteriosas bolas de fogo que saem do rio Mekong

0

As bolas de fogo de Naga, também conhecidas como luzes de Mekong são um fenômeno que ocorre no RIo Mekong, na Tailândia.

Durante essas ocorrências, bolas de fogo se elevam da água para o ar. As esferas são de diferentes tamanhos, sendo semelhantes a uma bola de basquete.

As bolas de fogo se erguem centenas de metros e depois desaparecem. São diversas  bolas de fogo, podendo a chegar a milhares cada vez que o evento é relatado.

Bolas de fogo aparecem mais no período da noite

Com mais frequência, a ocorrência das bolas de fogo é relatada durante o período da noite, no final do Vassa, que ocorre no final de outubro e coincide com o fim da Quaresma Budista.

A aparição das bolas de fogo de Naga foram relatadas por aproximadamente 250 quilômetros da extensão do rio Mekong, que é um dos maiores rios do mundo e está localizado no sudeste asiático.

O centro da ocorrência está na cidade de Phon Phisai, ao norte da Tailândia perto da fronteira com Laos. Já houve relatos das bolas em rios menores e em lagos e lagoas da região.

Durante as festividades do Vassa, que ocorre desde a década de 1990, milhares de pessoas vão à província de Nong Khai, impulsionando o turismo na região.

Nativos acreditam que as bolas de fogo possuem explicação mitológica

Para os nativos da região, as bolas de fogo seriam uma representação da serpente mitológica de Naga.

Naga, é um dos deuses mais fortes do rio e lançar as bolas seria uma forma de saudar Buda e sua vinda à Terra com o fim do Vassa, que perdura entre os meses de julho e outubro, em função do calendário lunar.

Nesse tempo os monges se recolhem de seus templos durante as épocas de monções.

Quais as explicações das bolas de fogo do rio Mekong?

O fenômeno das bolas de fogo de Naga intrigam. O que faria elas saírem do rio e subirem a uma grande altura?

Um documentário de 2002 da iTV seria a explicação do fenômeno. Na produção é vista soldados de Laos no rio disparando munição ao ar durante o festival que ocorre na Quaresma Budista.

O escritor e produtor americano Brian Andrew Dunning, que é um escritor e produtor americano que trabalha com ciência e ceticismo disse que seria impossível que as pessoas que estão do outro lado do rio ouvir o barulho dos tiros.

Isso porque, levaria 2,5 segundos para o som chegar até os espectadores. Quando isso ocorre, a plateia já viu a luz e começou a aplaudir, o que abafa o som dos tiros.

Brian Andrew Dunning

Já o biólogo Thai Jessada Denduangboripant fez uma análise das imagens de uma bola de fogo de Naga e também concluiu que a luz era causada pelo disparo de pistolas do outro lado do rio.

Thai Jessada Denduangboripant

Outras pessoas já tentaram encontrar uma explicação científica para o fenômeno. Uma das hipóteses é que o fogo seria proveniente do gás fosfórico inflamável, que é produzido em ambiente de pântano.

Brian Dunning ressaltou que seria muito improvável haver uma explosão espontânea, e se isso ocorresse, elas não permaneceriam acesas quando se elevassem na velocidade que as bolas de fogo de Naga se elevam.

Assim, a conclusão é de que não há ciência que explique a explosão natural das bolas de fogo. O fenômeno seria causado por ação humana.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criado para Informar, entreter e divertir os leitores, o Mundo Intrigante oferece conteúdo editorial de grande valor cultural e curiosidades diversas.

Deixe Um Comentário