Salto Ángel: A queda d’água mais alta do mundo

0

O Salto Ángel é a maior cachoeira do mundo em relação à altura. A queda está localizada no Parque Nacional Canaima, no estado Bolívar, na Venezuela. O fluxo da água é gerado pelo rio Churun desde a montanha Auyantepuy, chamada de Tepuy, que fica próximo à fronteira Brasil-Guiana.

Também chamada de Cataratas Ángel, a queda tem 979 metros de altura, sendo 807 de queda sem interrupção.

Há controvérsias sobre a data de descoberta do salto pelos ocidentais. Há quem diga que o explorador Ernesto Sánchez notificou o achado em 1910. Outros atribuem a descoberta a Félix Cardona Puig, em 1927.

Felix Cardona Puig

A altura foi determinada em 1949, a partir de uma pesquisa da National Geographic Society. No livro Angels Four, o autor David Mott, descreve como foi a primeira escalada bem-sucedida pela Auyantepuy até o topo da queda.

O Salto Ángel inspirou a produção do filme de animação “Up – Altas Aventuras. Na produção, o local é descrito como o “Paraíso das Cachoeiras”.

Cena do filme: Up – Altas Aventuras

As belezas do Parque Nacional de Canaima

O Parque Nacional de Canaima foi construído em 1962 e compreende uma área de 30.000 km².

O parque venezuelano é o sexto maior do mundo. Por conta de sua natureza única, em 1994, ele foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Além do Salto Ángel, o local possui diversos rios, quedas d’água, savanas, lagoas e áreas de selva e formações rochosas milenares, as chamadas Tepuy.

A fauna é rica em espécies endêmicas, ou seja, que só existem naquela região. O parque é segunda maior área protegida da Venezuela.

A história do nome da cachoeira

O salto recebeu esse nome em homenagem ao aviador norte-americano James Crawford Angel, que oficialmente teria descoberto a cachoeira em 1933, enquanto sobrevoava a região em busca de minérios.

Anteriormente, a queda era conhecida pelos índios como Kerepakupai-meru, que quer dizer “queda de água até o lugar mais profundo”.

Em 1937, Angel voltou ao local acompanhado da expedição de pesquisa. Contudo, a aterrissagem do avião sobre o Auyantepuy foi abrupta e quase terminou de forma trágica. O aviador e seus companheiros levaram 11 dias para descer o Tepuy.

O avião permaneceu no mesmo local por 33 anos até ser resgatado e restaurado. Hoje a aeronave se está ao ar livre em frente ao aeroporto de Ciudad Bolívar, na Venezuela.

Como chegar até o Salto Ángel

O acesso ao salto não é tão simples, pois ele está localizado em meio à uma selva isolada.

Nas cidades de Canaima, Santa Elena de Uairén e Ciudad Bolívar há serviços de guia turístico que promovem excursões para o parque. É possível ir pela terra, água ou até mesmo fazer um voo em pequenos aviões ou helicópteros sob o Auyantepuy e, assim, sobrevoar os inúmeros saltos da região.

Para brasileiros, a forma mais rápida de se chegar é saindo de Boa Vista, Roraima, de ônibus ou carro até Santa Elena de Uairén. De lá pegar um voo direto até Canaima, que é a porta de entrada do Parque.

Partindo de Canaima, são mais 4 horas de barco e 1 hora de caminhada até chegar na base da cachoeira.

Os meses recomendáveis para ir ao local é entre maio e dezembro, pois o período de chuva aumenta o volume dos rios, fazendo com que fiquem aptos para a navegação.

De dezembro a março, que é o período de seca, a navegação é difícil e a cachoeira fica com menor volume de água.

Todo o esforço para chegar ao local é recompensado pela vista deslumbrante.

Deixe Um Comentário