Seria a lenda das sereias verdadeira?

0

As sereias fazem parte do imaginário dos mitos e lendas. Elas estão presentes em diversos registros da literatura, cinema, música e artes no geral.

As sereias tanto fascinam quanto causam certo temor. Trata-se de seres da mitologia que são metade mulher e metade peixe.

O mito das sereias esteve presente em todo o mundo, em especial em locais banhados por rios e mares. A figura feminina que enfeitiça os homens até eles se afogarem é bastante popular.

O canto das sereias

As sereias teriam a capacidade de enfeitiçar os homens e atraí-los através do seu canto. Os marinheiros que ouviam o canto da sereia, se distraiam e tinham seus navios naufragados ao colidirem com rochedos.

De acordo com a lenda, o único jeito de derrotar as sereias seria cantar melhor que elas.

As sereias na mitologia grega

Na mitologia grega, as sereias são tidas como filhas do deus do rio Aqueloo e da musa Melpômene ou da musa Terpsícore.

Alguns relatos da Grécia Antiga descrevem a sereia como mulheres que desagradaram a deusa Afrodite e, por isso, teriam ido viver em uma ilha isolada.

Outros relatos contam que elas tinham sido criadas para serem amigas de Perséfone, filha de Deméter e Zeus.

Elas também teriam o poder de fazer a previsão do futuro, por serem divindades provindas de Gaia, a Mãe-Terra.

No clássico da literatura, em Odisseia de Homero, o personagem Odisseu conseguiu se salvar por colocar cera nos ouvidos dos marinheiros para que eles não escutassem as sereias.

Odisseu também se amarrou ao mastro do navio para poder ouvir as sereias sem se aproximar delas.

A lenda de Iara, a sereia da Amazônia

Na Amazônia, a sereia é conhecida como Iara, Uiara ou Mãe-d’água, sendo uma entidade do folclore brasileiro.

Conta a lenda que antes de ser sereia, Iara era uma bela e corajosa índia. Por se destacar, ela atraia a inveja, em especial de seus irmãos homens, que decidiram matá-la.

Quando os irmãos foram matá-la, ela se defendeu e acabou matando-os. Iara fugiu com medo da ira do pai, que era pajé.

Quando o pai a encontrou, jogou Iara no rio. Os peixes resgataram a índia do fundo do rio e ela se tornou sereia em uma noite de lua cheia.

De beleza fascinante, assim como nas outras lendas, a Iara enfeitiça os homens com sua sedução atraindo-os para a morte.

Os homens não percebem que se trata de uma sereia porque a parte inferior, onde está a cauda de peixe, ficar submersa na água.

Aqueles que não morrem, não conseguem viver normalmente, pois ficam loucos com o encanto da sereia.

A importância do mito da sereia para os marinheiros

Assim como diversas lendas, o mito da sereia tem uma função educativa, que é a de alertar os marinheiros para os perigos do mar.

Ainda que haja quem defenda e jure já ter visto uma sereia, não há nenhuma prova científica de que elas existem.

É provável que o mito das sereias seja proveniente de animais como os sirênios, que aqui são conhecidos como peixe-boi.

Na modernidade, as sereias significam a sensualidade e sedução, sendo consideradas deusas das águas e uma força feminina muito poderosa.

Certamente, este ser mitológico vai continuar encantando e fazendo parte do imaginário popular.

Deixe Um Comentário