Slender Man: A lenda urbana que surgiu na internet

0

A lenda do Slender Man (também chamado de Slenderman) é bastante difundida na internet. Trata-se de uma criatura com aparência humanoide, sem rosto, alto, careca e muito magro que sempre está vestindo um terno preto.

De acordo com a lenda, o Slender Man possui o poder de esticar seus membros e o tronco de forma desumana. Assim, ele é facilmente confundido com a sombra de uma árvore ou poste.

Ao esticar seus braços para capturar suas vítimas, o Slender Man as deixa totalmente sem reação. Os dedos se transformam em espécies de tentáculos, o que faz com que seja quase impossível escapar.

A origem da lenda do Slender Man

Acredita-se que a origem do Slender Man seja uma história criada em 2009 por Eric Knudsen em um fórum de discussão da internet chamado de “Something Awful“.

Eric Knudsen

No fórum, Eric descrevia suas características e o colocava como sequestrador ou perseguidor, em especial de crianças.

A lenda é relacionada ao “Flautista de Hamelin”, que é uma história dos Irmãos Grimm, que foi transformada em curta da Disney. Na trama, um homem desaparece com todas as crianças de uma pequena cidade por vingança.

Rapidamente o Slender Man passou a aparecer em diversas narrativas e obras de ficção, sendo a maioria originadas na internet.

Frequentemente, nas histórias em que essa criatura assustadora aparece, ele é associado à florestas. O homem com membros elásticos também teria a capacidade de apagar a memória de suas vítimas, bem como causar alucinações.

O Slender Man é considerado a primeira grande lenda urbana criada na internet. O seu sucesso foi atribuído à forma como as coisas podem ser compartilhadas e receberem contribuições na internet. A história foi espalhada em diversos fóruns, vídeos, jogos e até mesmo contos eróticos.

Relatos de avistamento do Slender Man

A repercussão da lenda virtual foi tão grande que há diversos relatos ao redor do mundo. No Japão e Noruega, onde os relatos são mais comuns, diversas pessoas afirmam tê-lo visto.

Essas descrições são sempre ligadas às narrativas criadas. Os avistamentos são no período noturno, próximo à locais soturnos, como rios e florestas.

Há também relatos de pessoas que disseram tê-lo visto em corredores e cômodos de casas ou apartamentos. A criatura teria entrado a partir de uma janela aberta.

Crime é associado ao Slender Man

Em 2014, em Waukesha, nos Estados Unidos, duas meninas de 12 anos, Morgan Geyser e Anissa Weier, esfaquearam 19 vezes uma colega da mesma idade. Segundo elas, a motivação do crime foi o personagem da internet.

Morgan Geyser e Anissa Weier

A vítima sobreviveu e as meninas foram condenadas a 40 (Morgan) e 25 (Anissa) anos de internação em um hospital psiquiátrico.

A história é contada no documentário “Cuidado com o Slenderman“, de 2016.

Filme é feito com base em lenda da internet

Em 2018, a lenda urbana da internet foi transformada em filme.

Slender Man: Pesadelo Sem rosto” não foi bem recebido pela crítica. Mas, teve grande sucesso de bilheteria nos Estados Unidos. Só no primeiro final de semana de exibição arrecadou US$ 11 milhões (o orçamento para fazer o filme foi de US$ 10 milhões).

A trama do filme é centrada em quatro jovens que, inconsequentemente, invocam uma assombração a partir de um vídeo na internet.

Slender Man: Pesadelo Sem rosto

Deixe Um Comentário