Vulcão Kelimutu e os lagos que mudam de cor

0

O vulcão Kelimutu está localizado na cidade rural de Moni, na ilha Flores, na Indonésia. Kelimutu significa “o lago fervente”. O vulcão está dentro de um Parque Nacional e possui 1.690 metros de altura.

O local chama atenção por conta de seus três lagos que mudam de cor periodicamente. A mudança de cor é imprevisível. Verde, azul e preto são mais comuns, contudo, os lagos também já foram vistos com suas águas brancas e em tons de vermelho. Os lagos são separados por uma parede de rocha.

A fama internacional dos lagos teve início em 1915, quando um alemão descobriu o local e descreveu o fenômeno.

A explicação para a mudança de cores é por causa das aberturas na superfície da crosta terrestre que emitem gases e vapor de água. Esses buracos são chamados de fumarolas.

A mudança de cor é possível por conta de ajustes no estado de oxirredução do fluido de cada lago e pela abundância de diversos elementos, como ferro, enxofre, bário, cobre, arsênio e manganês.

O estado de redução da oxidação, acredita-se, que seja mediado pelo sistema de água subterrânea no próprio vulcão e depende da entrada de gás vulcânico.

As cores dos lagos mudam de forma independente uma das outras, pois cada lago possui conectividade à atividade do vulcão.

Ainda que se fale que as mudanças são imprevisíveis, há cientistas que afirmam que se houvesse investimento para que o vulcão fosse monitorado seria possível ter dados para construir um modelo de previsão.

Pessoas acreditam que lagos são habitados por espíritos

A população local acredita que os lagos abrigam espíritos dos mortos. Para eles, a explicação das mudanças de cores seriam os espíritos que exercem suas influências nas águas.

Oficialmente, os lagos possuem o mesmo nome do vulcão, Kelimutu. Contudo, os locais batizaram cada lago de acordo com a crença dos espíritos habitam o local.

Assim, o lago mais a leste é chamado de Tiwu Ata Polo, ou “o lago para os espíritos ruins”. O lago localizado na parte ocidental foi nomeado de Tiwu Ata Bupu, que quer dizer “o lago das pessoas velhas”. Já o do meio é o Tiwu Nuwa Muri Koo Fai, “o lago para os jovens”. Este é o maior dos lagos, com cerca de 500 mil metros cúbicos.

Tiwu Ata Polo
Tiwu Ata Bupu
Tiwu Nuwa Muri Koo Fai

O lago dos jovens é o único que manteve sua cor mais ou menos constante durante as últimas décadas, tendo coloração esverdeada. O Tiwu Ata Polo apresenta a cor avermelhada e o Tiwu Ata Bupu  geralmente é azulado.

Melhor lugar e hora para visitar o local

A aldeia de Moni está a 10 quilômetros do local em que se começa a subida do Kelimutu. Após chegar no Parque Nacional onde o vulcão está, é preciso fazer uma caminhada de cerca de 30 minutos para chegar no primeiro mirante.

Aldeia de Moni – Ilha Flores (Indonésia)

Por isso, este é o local perfeito para ficar antes de visitar os lagos. O espetáculo visual ocorre no nascer do sol, quando os raios solares refletem nos lagos e intensificam as cores.

Nas outras horas do dia, os vulcões da ilha costumam ficar com o cume coberto de nuvens. Por isso, a melhor hora para visitas é no nascer do sol, quando o dia começa a esquentar.

Deixe Um Comentário